Muita paz e felicidade!

Chegamos ao término de mais um ano, ao início de um novo. É tempo de renovar as aspirações. Que o ano de 2012 seja um ano bem melhor para todos nós.

Que Deus possa estar presente em nossas vidas. Que a paz seja nossa meta maior. Que a luz seja nosso destino, e a vida, nossa maior grandeza.

Que todos nos unamos em torno dos interesses maiores da coletividade. Que Jesus seja descoberto por todos.

Valorizemos a saúde, e a tenhamos por Deus.

Muita paz e felicidade.

Que Deus nos abençoe!

São os votos de Alex Viana e família!

Governo silencia sobre críticas do vice-governador Robinson Faria

O governo Rosalba Ciarlini (DEM) não respondeu às críticas do vice-governador Robinson Faria (PSD), ontem, em entrevista ao Jornal de Hoje. Procurados esta manhã pela reportagem, diversos secretários de estado e a própria governadora Rosalba Ciarlini não atenderam nem retornaram às chamadas da reportagem.

Entre as críticas do vice-governador, a principal foi a de que, em 2011, a gestão Rosalba “pecou” pela falta de planejamento. “No âmbito administrativo, o governo não teve praticamente conquistas para anunciar à população em 2011. Com relação às metas, o governo está confuso e sem planejamento”, disse o vice-governador.

Os procurados pela reportagem de O Jornal de Hoje foram o secretário chefe do Gabinete Civil, Anselmo Carvalho, o secretário de Agricultura, Betinho Rosado, o secretário de Planejamento e Finanças, Obery Rodrigues, o secretário de Comunicação, Alexandre Mulatinho, e a secretária de Cultura, Isaura Rosado.

Robinson: “Rosalba foi contaminada pelo veneno do grupo do senador José Agripino”

O presidente estadual do PSD, vice-governador Robinson Faria, declarou em entrevista ao Jornal de Hoje desta sexta-feira que a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) “foi contaminada pelo veneno” do senador José Agripino Maia, presidente estadual e nacional do DEM, o que culminou no rompimento político do seu grupo político com o sistema político liderado pela governadora Rosalba Ciarlini no Rio Grande do Norte.

“O senador José Agripino foi bastante egoísta quando resolveu formar um grupo de políticos, uma aliança poderosa para enfraquecer a mim e ao PSD, jogando o governo contra a militância de prefeitos, vereadores e deputados que queriam ingressar no PSD, ou já eram do PMN, partido que foi tão cobiçado e cortejado por ele e pela governadora para ser o parceiro fundamental da vitória de 2010”, disse Robinson, que falou pela primeira vez, após o rompimento de outubro passado.  

Para Robinson, a postura de José Agripino “chegou ao ponto de tornar impossível a convivência política entre mim e a governadora, pois ela foi contaminada pelo veneno deste grupo, liderado pelo senador José Agripino, de chegar ao ponto de ela própria e dos seus assessores políticos ficarem o tempo inteiro chamando os meus parceiros, para não se filiarem ao PSD. Como se o PSD fosse um partido adversário”, lembrou.

“Em 2012 o PSD poderá apoiar aqueles do DEM que foram parceiros nossos em 2010”

Ainda em sua entrevista ao Jornal de Hoje, Robinson Faria disse que não irá “penalizar” em 2012 aqueles que foram parceiros do seu grupo político em 2010, mesmo que estes sejam do DEM. A posição é antagônica à que foi adotada pelo presidente estadual do DEM, senador José Agripino Maia. “Nossa posição é democrática, de humildade, respeito e gratidão àqueles que em 2010 foram essenciais para a vitória de Rosalba e Robinson”, afirmou.

Robinson sobre 2012: “Há grande identidade entre o PSD e o PSB”

O presidente do PSD, Robinson Faria, disse que existe “uma grande afinidade” entre o seu partido e o PSB da governadora Wilma de Faria. “Há uma grande identidade de parceria nacional do PSD do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, com o PSB do governador de Pernambuco, Eduardo Campos. É possível (termos aliança em Natal com o PSB), mas não há ainda uma decisão. Até porque ainda não tem nenhuma coligação formada”, observou.

O vice-governador admitiu estar conversando com diversas correntes políticas da oposição, como, a ex-governadora Wilma, o deputado estadual e pré-candidato do PT a prefeito, Fernando Mineiro, a deputada federal Fátima Bezerra (PT) e o deputado estadual Agnelo Alves (PDT). “Tenho dialogado com todos eles, mas estamos com muita calma, sem querer que seja isso aí um jogo de valorização. Muito pelo contrário. É até uma reflexão que o nosso grupo precisa fazer para uma decisão tão importante”, frisou.

Robinson admite conversar com Micarla, mas aliança “é remota”

O presidente estadual do PSD disse que, embora remota, há chances do seu grupo político dialogar com a prefeita de Natal, Micarla de Sousa (PV), em relação às eleições de 2012. “Não tenho nada pessoal contra a prefeita Micarla. Tenho todo o respeito por ela como pessoa. Mas a aliança política que formamos em 2008, quando eu a apoiei com todo o meu grupo, não teve continuidade. Terminou após a eleição”, disse. “Conversar, nós conversaremos com todos, mas (esta aliança) é uma hipótese remota, porque foi uma parceria que não deu certo”, afirmou.

Robinson: “Em 2011, governo do RN pecou pela falta de planejamento”

Ao avaliar a gestão da governadora Rosalba Ciarlini, o presidente do PSD, Robinson Faria, afirmou que, “no âmbito administrativo, o governo não teve praticamente conquistas para anunciar à população em 2011”. Ressaltando como ponto positivo da governadora “o comportamento da ética e da lisura no trato com o dinheiro público”, o vice disse, porém, que, “com relação às metas, o governo está confuso e sem planejamento”.

Robinson: “Segurança não teve nenhum tipo de apoio; Saúde do estado até piorou”

Ao avaliar a segurança no primeiro ano de Rosalba, o vice-governador destacou a equipe “excelente” do secretário Aldair da Rocha, mas salientou que o grupo não contou com “nenhum tipo de apoio”. “Na saúde, não houve nenhuma evolução, os hospitais continuam sucateados, principalmente os hospitais do interior do Estado, que poderiam minimizar a migração para Natal, mas estão literalmente abandonados”. Para Robinson, “nessa questão da saúde, acho até que piorou a situação do Estado”.

Robinson Faria: “Com Rosalba Ciarlini, houve retrocesso na área social”

O presidente do PSD, Robinson Faria, disse que na área social “houve retrocesso” no primeiro ano de gestão Rosalba Ciarlini. Citando a atuação da governadora em relação ao “Programa do Leite”, às Centrais do Cidadão, ao programa “Cidadão Nota Dez” e ao “Cidadão sem fome”, Robinson afirmou que a área social “foi a grande frustração em 2011”.

PSD deve ir com Larissa em Mossoró; partido deve eleger 5 vereadores

Com relação a Mossoró, o vice-governador disse que o caminho natural do PSD será o “fortalecimento da união com o PSB”, o que garantiria o apoio do partido à candidatura da deputada estadual Larissa Rosado (PSB). “Não posso anunciar o apoio oficial à deputada Larissa, pois esta decisão será em coletivo com todo o nosso grupo e o PSB”, afirmou.  

Ainda sobre o PSD mossoroense, Robinson disse que o partido está, citando o vereador Silveira Júnior, presidente da Câmara, e Jório Nogueira como lideranças da legenda na cidade. “O PSD em Mossoró tem uma expectativa de eleger cinco vereadores, está bem situado e forte”.