sexta,
Publicidade
x fechar anúncio
Avaliação
“Operações contra corrupção mostram que todo brasileiro é igual perante a lei”, diz juiz
Marco Bruno Miranda garantiu que as operações de combate à corrupção, entre as quais se destaca a Lava Jato, são muito relevantes ao para o país por exercer a equidade constitucional
Reprodução
Juiz federal Marco Bruno Miranda

O juiz federal do Rio Grande do Norte Marco Bruno Miranda garantiu que as operações de combate à corrupção, entre as quais se destaca a Lava Jato, são muito relevantes ao para o país por exercer a equidade constitucional. “A grande contribuição que esse fenômeno tem dado ao Brasil, é mostrar que todo brasileiro é tratado da mesma forma no sistema de Justiça”, afirmou.

Marco esteve no “Agora RN Live”, programa produzido pelo Portal Agora RN, desta quinta-feira (15), e também destacou a Operação Lava Jato como fonte de cooperações jurídicas internacionais, junto a países como Suíça, Portugal e Estados Unidos. “Até meados do ano passado, houve a divulgação pelo Ministério Público Federal de 120 casos de cooperação jurídica internacional”, disse. Segundo o magistrado, através desses tratados de cooperação é que foi possível identificar onde os recursos desviados estavam, e fazer seu rastreamento até a origem.

Porém, o juiz revelou certa cautela a como se trata a Lava Jato. Para ele, mesmo com toda a sua importância, é errado supervalorizar a Operação, à medida que existem outras operações importantes em Brasília, no Rio de Janeiro, e em vários estados do Brasil. “Não é necessário transformar a operação numa vedete do combate à corrupção”, defendeu.

Na ocasião, Marco Bruno Miranda ainda falou sobre o lançamento do seu livro, “Cooperação Jurídica Internacional Penal-Tributária e Transnacionalidade”, fruto dos estudos do seu doutorado, entre 2008 e 2013, na Universidade Federal de Pernambuco.

A entrevista completa você pode conferir abaixo: