Proteção
Secretaria de Natal distribui preservativos femininos nas unidades de saúde
Preservativo está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde de Natal e para aqueles que têm interesse em conhecer, a equipe de enfermagem presta orientação educativa
Assessoria de Imprensa
Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Natal reforça a importância do uso do preservativo feminino

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Natal reforça a importância do uso do preservativo feminino, que sofre uma baixa adesão por parte da população devido ao preconceito gerado pela falta de conhecimento sobre o assunto.

O preservativo está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde de Natal e para aqueles que têm interesse em conhecer, a equipe de enfermagem presta orientação educativa sobre o manuseio e instruções de uso, que também estão ilustradas na parte de trás da embalagem da camisinha.

Fabricada do mesmo material que o preservativo masculino, o látex, a camisinha feminina possui dois anéis em suas extremidades, gerando uma cobertura maior da parte externa da vagina, reduzindo a chance de contrair verrugas e herpes genitais. O uso do preservativo feminino não deve ser feito em conjunto com o preservativo masculino, pois o contato de ambos pode gerar atrito e danificá-los.

É muito importante que as mulheres tenham conhecimento sobre o seu próprio corpo para poder se prevenir e identificar eventuais problemas na sua saúde íntima. A camisinha feminina é uma forma de empoderamento, com a qual a mulher consegue se prevenir independente do parceiro e de ereção, já que o preservativo é o único meio de prevenção às infecções sexualmente transmissíveis.

A SMS Natal realiza também um trabalho de conscientização e orientação sobre o uso do preservativo feminino juntamente da Associação dos e das Profissionais do Sexo e Congêneres, ASPRORN, que promove a segurança da saúde da mulher e o conhecimento sobre a camisinha feminina para que as mulheres façam o uso e formem sua própria opinião, desmistificando qualquer mito popular que possam ter ouvido.