sábado,
Dicas
Nutricionista reúne dicas para quem almeja o emagrecimento saudável
Alessandra Viana elencou, explicou e justificou as situações que precisam ser seguidas pelas pessoas que vislumbram a perda de peso da melhor forma possível: com saúde
Arquivo pessoal
Alessandra Viana, nutricionista

De acordo com os relatórios divulgados em janeiro deste ano pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e a Organização Pan-americana de Saúde (Opas), mais da metade da população brasileira está com sobrepeso e a obesidade já atinge a 20% das pessoas adultas no país.

Pensando em melhorar a qualidade de vida dos seus leitores, o Agora Jornal conversou com a nutricionista Alessandra Viana e reuniu dicas para um processo de emagrecimento saudável. Em seis tópicos, ela elencou, explicou e justificou as medidas que precisam ser tomadas pelas pessoas que vislumbram o emagrecimento, principalmente da maneira mais correta possível: com saúde.

Confira abaixo:

Aumento do consumo de frutas

Para você alcançar o emagrecimento não é necessário fazer grandes sacrifícios. Infelizmente, as pessoas têm em mente que é algo difícil, restritivo e ruim, que tem que deixar de comer coisas que gosta, etc., mas não é bem assim. Se você começar com pequenos passos, você inevitavelmente vai atingir excelentes resultados. Aumentar o consumo de frutas e verduras é o primeiro passo deste processo. É o passo onde você vai conseguir obter mais nutrientes saudáveis como vitaminas, minerais, fitoquímicos e fibras, ou seja, opções pouco calóricas e ricas em vitaminas e minerais, além de fibras que vai lhe dar saciedade. No início da dieta, onde as pessoas querem diminuir a ingestão de alimentos, é ideal que se aumente a parte de frutas e verduras para não sentir tanta fome.

Priorize carboidratos de melhor qualidade

Hoje um mito muito comum é em relação aos carboidratos. As pessoas têm medo de comer carboidratos, sejam eles os refinados ou até mesmo os saudáveis como pão integral, batata-doce, macaxeira, etc. Infelizmente, hoje existe um medo muito grande e as pessoas acabam achando que para emagrecer é necessário se restringir os carboidratos ou cortá-los de forma drástica, o que não é verdade. Em suma, a pessoa precisa apenas priorizar os bons, que no caso são os carboidratos complexos, além de ter cuidado no consumo dos refinados, que são os açúcares em geral.

Aumente o consumo de proteínas durante o dia

Um grande erro para as pessoas que estão querendo emagrecer ocorre em relação as proteínas. A maioria, se a gente parar para analisar, têm uma dieta com pouquíssimas proteínas. Basicamente consumem no café da manhã e no almoço, sendo que o certo é que a gente tenha alimentação com proteína em todos os horários. A proteína magra (carne, frango, ovo, queijos, iogurtes) espalhadas em todas as refeições durante o dia é uma das coisas que mais fazem você ter sucesso no seu emagrecimento, até porque faz você ficar saciado ao longo do dia, evitando que volte a comer de maneira demasiada.

Leia os rótulos dos alimentos

Hoje a indústria engana muito o consumidor através dos rótulos, vendendo produtos com os dizeres “fit”, “light”, “diet”, “integral”. Na maioria das vezes, são propagandas enganosas. Se as pessoas não tiverem o hábito de ler os rótulos e saberem exatamente o que estão comprando e consumindo, vão acabar se saindo prejudicados, porque acham que está comendo algo saudável, só que na realidade não é. Elas compram um produto “light”, bem mais caro, sendo que se for comparar o mesmo produto com sua versão normal é possível perceber que são praticamente os mesmos ingredientes. Por isso é muito importante ler o rótulo, ver o que está comprando e comendo. Hoje em dia essa é uma das grandes armadilhas que a indústria tem para alavancar as vendas dos seus produtos. A dica principal para esse caso é consumir o máximo de alimentos que não tenham rótulos, ou seja, opções das mais naturais possíveis. As chances de erro são bem menores nesses casos.

Respeite sua fome

Infelizmente, hoje a gente ver que as pessoas não estão mais respeitando os sinais internos do seu corpo, respeitando a sua fome. Um grande mito atual do emagrecimento é a questão de comer de 3 em 3 horas. É uma grande invenção. A gente precisa comer quando se tem fome. Se você sentir sinal interno do seu corpo de sensação de fome, você precisa comer. Infelizmente hoje as pessoas não se importam mais com isso. Ao invés de você ficar preso a dietas, restrições, neuras, você precisa sentir mais os sinais do seu corpo, que é uma das coisas que mais funcionam num modelo de emagrecimento saudável. Claro que isso você não aprende do dia pra noite, é algo que requer prática e habilidade para poder começar a identificar esses sinais que o corpo dar. Quando a pessoa começar a diferenciar o que é fome e o que é vontade de comer, certamente ela vai ter um desempenho muito melhor na sua dieta.

Planejamento

Não adianta você saber o que tem que comer, ir no nutricionista, receber cardápio e acabar não colocando em prática. Você tem que planejar, tem que ir no supermercado, comprar suas frutas, verduras, ter todo um planejamento semanal para que você realmente consiga colocar tudo em prática.