Publicidade
Cuidado
Malhar em excesso aumenta risco de lesões, diz especialista
Os problemas ocorrem principalmente por causa da intensidade, da forma e da duração da atividade física
iStock
Sobrecarga de treinos pode causar microtraumas e evoluir para problemas mais graves

O culto ao corpo perfeito já está enraizado em nossa sociedade e, por causa disso, mulheres e homens passam cada vez mais horas nas academias. Malhar faz bem, mas é preciso cuidado com os excessos. Seja na prática de esporte de alto rendimento, que vai além dos limites fisiológicos do corpo; seja na atividade física recreacional – corrida, musculação, cross fit –, a sobrecarga de treinos pode causar lesões articulares e, consequentemente, o desgaste precoce das articulações (artrose). Pode também causar ou agravar lesões na coluna lombar e cervical. Os problemas ocorrem principalmente por causa da intensidade, da forma e da duração da atividade física.

“É importante ressaltar que as atividades físicas são fundamentais para a nossa saúde, mas precisam ser feitas sob supervisão de um profissional capacitado, que vai orientar sobre a frequência de treinos e a execução correta de cada exercício. Isso vale para quem está começando a se exercitar e também para os ‘atletas’ mais experientes, que costumam se exceder. Ao começar uma atividade física aeróbica – tais como corrida, ciclismo, patinação – é interessante também reservar um tempo de treino para fortalecimento muscular global e específico, de acordo com o esporte”, orienta o ortopedista Vitor Trazzi , da Altacasa Clínica Médica, da capital paulista.

Fonte: Notícias ao Minuto

Publicidade
Publicidade