Polêmica
Pabllo Vittar sobre apoio de marca a Bolsonaro: ‘não vinculo mais a minha imagem’
Página da marca Victor Vicenzza no Instagram passou a seguir diversos perfis que apoiam Jair Bolsonaro, além do próprio candidato
Reprodução
Cantora Pabllo Vittar, que usava peças da empresa, fez um pronunciamento em seu Instagram
Logo após vir à tona uma polêmica envolvendo a marca de calçados Victor Vicenzza, por conta do apoio do dono da marca à campanha de Jair Bolsonaro (PSL-RJ) à presidência, a cantora Pabllo Vittar, que usava peças da empresa, fez um pronunciamento em seu Instagram.

O assunto veio à tona nas redes sociais há alguns dias, após usuários perceberem que a página da marca no Instagram passou a seguir diversos perfis que apoiam Jair Bolsonaro, além do próprio candidato e de três de seus filhos, todos também na política: Flávio, Carlos e Eduardo. A página também curtiu publicações do candidato.

Alguns usuários também replicaram o print de uma mensagem direta enviada pela marca após um usuário questionar o apoio da mesma ao candidato. “Quanto ao candidato ser homofóbico, já foi mais que comprovado o contrário”, consta na resposta atribuída à empresa.

“Desde o início da minha carreira, sempre soube que seria muito difícil conseguir apoio de marcas que queiram se relacionar com uma artista LGBTQIA+ drag que sou”, começou Pabllo.

“Não poderei aliar meu trabalho a um discurso que deixa claro não se importar com os direitos humanos de toda comunidade LGBTQIA+, à qual faço parte”, complementou.

A cantora ainda ressaltou que, em alguns de seus novos trabalhos já finalizados e prestes a serem distribuídos, ela ainda aparece com “peças de marcas que, a partir de agora, não vinculo mais a minha imagem”.

Victor Vicenzza

Pouco depois do pronunciamento de Pabllo, o perfil oficial da marca publicou um comunicado em suas redes sociais, em nome de seu proprietário, que dá nome à empresa.

Nele, Victor diz “lutar contra todo tipo de preconceito” e ressalta seu posicionamento, afirmando que “Bolsonaro é o único candidato apropriado para liderar esta nação”.

“É necessário lutar contra todas as ideologias socialistas e comunistas que invadiram nosso País. Sendo assim, aproveito esta oportunidade para posicionar-me”, complementou.

Desde então, diversos comentários vem sendo feitos nas redes sociais da marca. Enquanto uma parte deles critica a postura da empresa, outra vem apoiando o posicionamento.