Litoral
São Bento do Norte dá incentivo fiscal para transformar local em destino turístico
Prefeitura vem oferecendo incentivos e doação de áreas públicas para captar investidores interessados em ampliar a oferta de equipamentos turísticos e incrementar a hotelaria
Canindé Soares / Assessoria de Imprensa
Município de São Bento do Norte quer ser novo destino turístico do litoral potiguar

Percorrendo o mesmo caminho que o trilhado pelas praias de Pipa e São Miguel do Gostoso há anos, o município praiano de São Bento do Norte, localizado no Polo Costa Branca, começa a se estruturar para ocupar espaço como o novo destino turístico de sol e mar do litoral potiguar.

A prefeitura local vem oferecendo incentivos fiscais e doação de áreas públicas para captar investidores interessados em ampliar a oferta de equipamentos turísticos e incrementar a hotelaria local, que atualmente conta apenas com nove pousadas e uma oferta de 100 leitos.

Já fotografada pelas lentes do fotógrafo potiguar Canindé Soares, as praias de São Bento do Norte, como as do Farol e do Serafim, retratam um cenário cinematográfico, composto ainda por dunas, manguezais, além de uma reserva florestal onde se encontra um rico patrimônio paleontológico.

OCUPAÇÃO

Atualmente, a ocupação hoteleira média em São Bento do Norte é de cerca de 40%/mês. No entanto, esse percentual deverá chegar aos 70% na alta estação de final de ano. “A nossa expectativa é que a ocupação dos hotéis seja incrementada até meados de dezembro deste ano”, destaca o hoteleiro Vitor Emílio.

Vitor Emílio diz que aos poucos São Bento do Norte começa a ser descoberto por visitantes de Natal e de estados vizinhos, cujas presenças devem se intensificar na temporada de verão. Além das belezas naturais, muitas delas ainda intocadas, a praia é chamariz para os adeptos de esportes à vela e de aventura. Tranquila, São Bento do Norte é um convite ao descanso e ao contato com a natureza.