domingo,
Publicidade
x fechar anúncio
Investigações
Ex-secretária de saúde de Tibau do Sul é indiciada por prevaricação
De acordo com a Polícia Jucileide Costa tomou conhecimento dos fatos criminosos envolvendo funcionário da prefeitura e não tomou as providência cabíveis
Prefeitura de Tibau do Sul

A Delegacia de Defesa do Patrimônio Público (DEDEPP) concluiu, nesta quinta-feira (13), as investigações sobre crimes contra a administração pública ocorrido em 2016 no município de Tibau do Sul. No dia 03 de julho, Josicley Magno de Barros, 34 anos, funcionário da prefeitura de Tibau do Sul, foi preso suspeito de praticar os crimes de corrupção passiva e tráfico de influência em hospitais da região.

Segundo a Delegada Titular, Karla Viviane de Sousa Rêgo, a ex-secretária de saúde Jucileide Barros de Albuquerque Costa tomou conhecimento dos fatos criminosos envolvendo Josicley Magno, diretamente de uma das vítimas e não tomou as providência cabíveis, assim como a sua irmã, Tania Barros de Albuqueque Dionísio, sub-secretária de saúde à época, que também foi indiciada por prevaricação.

A ex-secretária e Josicley Magno possuíam amizade, o que garantia a ele livre acesso às unidades de saúde de Tibau do Sul em expediente regular mesmo sendo servidor vinculado a outra secretaria do município. Josicley foi indiciado pelos crimes de corrupção passiva e tráfico de influência por cobrar indevidamente de pacientes do sistema de saúde pública de Tibau do Sul quantias em dinheiro para realização de exames e cirurgias pelo SUS. Ele encontra-se preso a disposição da Justiça.