segunda,
Eleição
Após cassação de prefeito e vice, eleitores de Paraú vão às urnas novamente em março
Novos prefeito e vice-prefeito do município, com mandatos até o dia 31 de dezembro de 2020; estarão aptos a votar eleitores em situação regular até o dia 4 de outubro de 2017
Romildo de Jesus/Futura Press
Eleição foi marcada pelo TRE para o dia 4 de março de 2018

Os eleitores de Paraú, na região Oeste potiguar, vão eleger no dia 4 de março de 2018, um domingo, os novos prefeito e vice-prefeito do município, com mandatos até o dia 31 de dezembro de 2020. A data foi fixada pelo Tribunal Regional Eleitoral.

A eleição seguirá a legislação eleitoral vigente e as instruções que regulamentaram as eleições municipais de 2016, expedidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e as disposições contidas na Resolução TRE/RN nº 15/2017, republicada pelo Diário Judicial Eletrônico (DJE) no dia 24 de novembro de 2017.

Devido às preparações para as eleições suplementares, entre 2 de fevereiro e 8 de março de 2018, o Cartório da 54ª Zona Eleitoral, com sede em Assu/RN, funcionará das 13h às 19hs nos dias úteis (sendo o horário das 13h às 14h destinado para expediente interno) e das 15h às 19h aos sábados, domingos e feriados.

Estarão aptos a votar os eleitores em situação regular no cadastro eleitoral, com domicílio eleitoral em Paraú até o dia 4 de outubro de 2017. Os eleitores que estiverem fora do seu domicílio eleitoral na data da realização da eleição suplementar, deverão apresentar justificativa até o dia 7 de maio de 2018.

O requerimento de justificativa pode ser preenchido e entregue em qualquer cartório eleitoral ou central de atendimento do eleitor. Também é possível justificar enviando as informações pelo sistema “Justifica”, disponível no site do Tribunal www.tre-rn.jus.br. Não serão instaladas mesas receptoras de justificativa no dia do pleito.

A propaganda eleitoral será permitida a partir do dia 3 de fevereiro de 2018, seguindo os prazos fixados no Calendário eleitoral, divulgado em anexo à Resolução nº 15/2017. Não haverá propaganda eleitoral gratuita em rádio e televisão, sendo admitidos todos os demais meios legalmente previstos.

A prestação de contas com toda a movimentação financeira da campanha eleitoral será feita de acordo com o Sistema de Prestação de Contas do TSE para a renovação das Eleições e encaminhados pelos candidatos e partidos, até o dia 14 de março de 2018.

Mais informações sobre as eleições de Paraú podem ser acessadas na Resolução nº 15/2017, publicada no site do tribunal.

CASSAÇÃO

Em setembro, o TRE cassou os mandatos do prefeito Antônio Carlos Peixoto Nunes, o Antônio de Narciso, e da vice, Antônia Francisca de Oliveira, a Francisca de Chico de Bola. Desde então, a presidente da Câmara Municipal, Socorro Paula, é a prefeita interina. Os titulares foram condenados por abuso de poder econômico durante a eleição de 2016.