Vereadora critica gastos com decoração Natalina e diz que prefeitura inverte prioridades
Amanda Gurgel contrapõe argumento da prefeitura de que valores destinados à decoração não poderiam ser destinados para outro fim
Reprodução

Pelo jeito as críticas à administração municipal quanto aos gastos com decoração natalina irão durar tanto tempo quanto o próprio período de festejos. Desta vez foi a vereadora Amanda Gurgel (PSTU), em entrevista ao Agora RN essa semana, que criticou o que ela chama de “inversão de prioridades” por parte da Prefeitura do Natal.

A vereadora contrapôs o argumento da administração do município e de alguns vereadores de que os R$ 4,2 milhões que serão gastos com a decoração do período são verbas carimbadas e, portanto, não poderiam ser destinados para outro fim, senão aquele para o qual foi proposto.

“Isso não é como se fosse uma cláusula pétrea, poderia se alterar; mesmo dentro dessa lógica da verba carimbada, poderia destinar para iluminação, de fato, dos bairros, não para decoração natalina. O prefeito demonstra de forma recorrente para quem governa, de que maneira e com que prioridades, e espero que a população esteja atenta para isso”, alerta Amanda.

Ainda segundo a parlamentar, numa rápida estatística, são feitos pelo menos dez requerimentos por dia pelos vereadores para troca de lâmpadas convencionais para lâmpadas de led nos bairros da capital. “Então vai continuar desse jeito? Cada vereador apresentando dez requerimentos por dia? Por que a prioridade é essa? Decoração natalina?”, questiona.

Amanda defende que a decoração da cidade para o período do Natal fosse feita de forma mais econômica, reutilizando o que foi do ano passado, para que os gastos “não venham a sangrar o município”.