Câmara Municipal
Vereadora Ana Paula lança frente parlamentar de incentivo ao comércio
Reunião discutiu a modernização da legislação municipal para que o empreendedorismo possa crescer aumentando, assim, o número de postos de trabalho na cidade
Elpídio Júnior
Câmara Municipal realizou a primeira reunião da Frente Parlamentar de Incentivo ao Comércio dos microempresas

De propositura da vereadora Ana Paula (PSDC), a Câmara Municipal realizou a primeira reunião da Frente Parlamentar de Incentivo ao Comércio dos microempresas, das empresas de pequeno porte e dos microempreendedores individuais de Natal, na sexta-feira (9), a reunião discutiu a modernização da legislação municipal para que o empreendedorismo possa crescer aumentando, assim, o número de postos de trabalho na cidade.

A coordenadora da Frente, vereadora Ana Paula, destacou a importância de dar celeridade numa minuta de projeto de lei apresentada pelos empresários à Prefeitura do Natal. ” A gente deve trazer para discussão no próximo encontro uma minuta que foi apresentada pela classe empresarial, que está tramitando na Prefeitura e que pode ajudar a reduzir essa burocracia que existe dentro da administração pública. Essa lei pode trazer algumas isenções para as empresas, mas com uma contrapartida importante para o município que é gerar emprego para a população”, observou.

O presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Natal (CDL Natal), Augusto Vaz, falou sobre a importância de modernização da lei. “Com as mudanças na legislação, a gente resolve a maioria dos problemas que enfrentamos hoje na nossa cidade. A gente está aqui não é para defender o setor produtivo, e sim para que ele possa ter condições de trabalhar e, assim, gerar emprego”, frisou.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Raniere Barbosa, participou da reunião inaugural, reconheceu a importância da modernização as leis vigentes e defendeu uma aproximação do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) com a população. “Precisamos realmente melhorar o ambiente econômico da nossa cidade. Há muito tempo o empresário é visto por muitos como um intruso, mas eu vejo diferente: o empreendedorismo pode erguer um país, por isso espero que q gente encontre mecanismos para melhorar a nossa economia. Mas eu também vejo as políticas públicas muito tímidas. Nós estamos aqui pra construir e fazer com que as políticas públicas cheguem até as pessoas e não que as pessoas busquem as políticas públicas”, observou.

A reunião contou com a participação de empresários, representantes da FCDL, Sebrae e CDL Jovem, do Conselho Regional de Administração e ainda do secretário municipal de Tributação, Ludenilson Costa.