Eleições 2018
Styvenson decidirá se vai ser candidato após divulgação de pesquisa com seu nome
Capitão da Polícia Militar afirmou que quer saber se o interesse na candidatura dele é real ou apenas dos amigos e das pessoas que o seguem
Vídeo do capitão Styvenson já tem mais de 16 mil visualizações no Instagram
Reprodução / Instagram
Vídeo do capitão Styvenson já tem mais de 16 mil visualizações no Instagram

O capitão da Polícia Militar, Styvenson Valentim, afirmou nesta terça-feira, 12, que vai analisar se será ou não candidato na eleição de 2018 após a divulgação de pesquisas de intenção de voto com o nome dele. A declaração foi dada por meio de vídeo postado no Instagram do policial, que tem conquistado seguidores, mais recentemente, pelo trabalho feito na escola estadual Maria Ilka, no Bom Pastor.

Segundo Styvenson, a intenção é saber se a opinião desses seguidores representa, realmente, um interesse social ou apenas a vontade deles mesmo. “Estou aqui para disponibilizar o meu nome, a quem tiver interesse, partido, pessoa, empresa, para ser colocado em pesquisa para saber se esse interesse é real mesmo ou apenas dos meus amigos. Traga essa pesquisa depois de feita, para decidir se entro ou não nisso”, afirmou Styvenson.

Essa pressão pela candidatura e, ao mesmo tempo, a dúvida na cabeça do capitão da Polícia Militar foi revelada em entrevista recente e exclusiva feita pelo Agora RN. O capitão da PM, convidado por vários partidos para ser candidato em 2018, revelou ter receio de decepcionar a família e as pessoas mais próximas se não conseguir ter, na política, o desempenho que tem na Polícia.

E que desempenho é esse? Os resultados positivos obtidos pela ação dele na escola Maria Ilka, que estava para ser fechada por falta de alunos e pela violência e, agora, tem elevado número de novas matrículas e é referência em estrutura física e disciplina estudantil. Um vídeo onde Styvenson fala sobre o que fez no local, inclusive, já tem mais de 15 mil compartilhamentos no Facebook.