domingo,
Ausência
Ranking dos maiores influenciadores no Facebook não registra nenhum político potiguar
Em se tratando de engajamento, somando reações, compartilhamentos e comentários, o perfil no topo do ranking é o do prefeito de São Paulo, João Dória
Reprodução
João Dória é grande destaque na pesquisa de influência no Facebook

A Gazeta do Povo, veículo jornalístico paranaense, lançou nesta quinta-feira 20, um sistema que mede, em dois rankings, que são os maiores influenciadores brasileiros do Facebook. No primeiro sistema, são expostos aqueles que possuem mais seguidores na rede social. Já no segundo, os que possuem maior engajamento em suas publicações, sejam compartilhamentos de links ou de vídeos. Curiosamente, apenas quatro integrantes – que aparecem nas duas listas – não possuem filiação direta com partidos políticos, muito embora comentem o tema. São eles: o apresentador global Luciano Huck (campeão de seguidores, com mais de 16 milhões usuários); o ativista e coordenador do Movimento Brasil Livre Kim Kataguiri; a advogada e esposa do juiz federal Sérgio Moro, Rosângela Wolff Moro e o procurador do Ministério Público Federal, Deltan Dallagnol. Os outros 44 participantes da relação são políticos – nenhum deles, contudo, provindo do Rio Grande do Norte.

A ferramenta foi iniciativa baseada na modernidade e tecnologia. Muitos políticos brasileiros estão usando, cada vez mais, as redes sociais para se expressarem. No Rio Grande do Norte, por exemplo, um dos períodos mais ativos se deu entre agosto e outubro de 2016, época das eleições a prefeitos e vereadores. Em Natal, os deputados estaduais Kelps Lima (SD); Fernando Mineiro (PT) e Márcia Maia (PSDB), o professor Robério Paulino (PSOL) e o atual prefeito – vencedor do pleito – Carlos Eduardo Alves (PDT), utilizaram seus respectivos perfis nas redes sociais, como Twitter e Facebook para divulgarem suas promessas de campanha e, não raramente, atribuir falhas aos discursos e ações realizadas no passado dos outros candidatos. Kelps Lima, por exemplo, foi um dos principais usuários do Facebook, constantemente gravando, com o próprio celular, vídeos sobre a situação das zonas da capital potiguar e publicando em seu Facebook para que a população pudesse conferir.

Além de influenciar o debate político no Brasil, o ranking demonstra, através de suas listas de personalidades com mais seguidores e engajamento, a força e influência dessas personagens e de suas plataformas. De acordo com a Gazeta, as postagens mais populares entre os principais possíveis candidatos também estão relacionadas em uma análise de dados em tempo real. “Por meio de uma programação específica, a ferramenta permite definir scores que levam em consideração não apenas os compartilhamentos, mas também comentários e reações negativas. Médias e séries históricas são usadas para fornecer perspectivas de longo prazo. O caso dos vídeos, como os dados de visualizações não são públicos, foram necessárias adaptações para, inclusive, considerar as porcentagens de reações de ‘amor’ ou ‘ódio’ – dados novos que não são considerados pelas análises recentes das consultorias especializadas. O ranking pode ainda ser usado por jornalistas, como base para reportagens, ou pelos próprios políticos, como referência para o marketing”.

Em se tratando de engajamento, somando reações, compartilhamentos e comentários, o perfil no topo do ranking é o do prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB); o polêmico deputado Jair Bolsonaro (PSC) vem logo em segundo, acompanhado de seu colega de partido, o pastor Feliciano, em terceiro. Completam o “top 10”, em sequência, o senador Álvaro Dias (PV); Deltan Dallagnol; senadora Gleisi Hoffmann (PT); o ex-presidente Lula (PT); Lindbergh Farias (PT); deputado Major Olímpio (SD) e o apresentador Luciano Huck. Já quando o assunto é seguidores, além do já mencionado Luciano Huck, que lidera a lista, vêm em sequência o senador Aécio Neves (PSDB); Jair Bolsonaro; pastor Feliciano; a ex-presidente Dilma Rousseff (PT); Lula; João Dória; Marina Silva (Rede) e, por fim, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB). Ao todo, ambas as listas exibem 48 personalidades. Para conferir as outras, basta acessar o portal da Gazeta, através do site http://www.gazetadopovo.com.br/eleicoes-2018/ranking-influenciadores-politicos.

Segundo Leandro Mendes Júnior, diretor de redação da Gazeta, foi considerado um levantamento recente da Medialogue, “no qual 93% dos parlamentares são ativos no Facebook hoje, ante 69% ativos no Twitter. A plataforma também é mais propícia à disseminação de vídeos, que são um recurso cada vez mais importante na discussão política”. O veículo ainda promete se esforçar para coletar números do Twitter e, eventualmente, observar a viabilidade de se monitor redes sociais como Instagram e YouTube.