sábado, 27 de maio de 2017
Decisão
Partido de Antônio Jácome decide por saída da base aliada de Michel Temer
'É um momento crítico para a presidência; difícil um governo se manter sem apoio', disse o parlamentar, único do RN a se posicionar sobre a crise política em Brasília
Divulgação
Temer e Antonio Jácome

O Podemos (novo nome do Partido Trabalhista Nacional – PTN) confirmou que saiu do bloco parlamentar que formava ao lado do Partido Progressista (PP) e do Partido Trabalhista do Brasil (PT do B) na Câmara dos Deputados e era uma das bancadas aliadas ao governo federal liderado pelo presidente peemedebista Michel Temer.

A informação foi confirmada com exclusividade ao Portal Agora RN / Agora Jornal na manhã desta sexta-feira 19 pela assessoria de imprensa do deputado federal potiguar Antônio Jácome. O anúncio do rompimento do Podemos com o governo vem logo após o presidente ter tido seu nome ligado à práticas de corrupção a partir de áudios fornecidos por um dos donos do Grupo JBS.

“É um momento crítico para a presidência da República. Fica difícil para um governo se manter sem apoio (nas Casas Legislativas federais)”, limitou-se a dizer o deputado Antônio Jácome. Ele, no entanto, foi o único componente da bancada federal potiguar na Câmara dos Deputados a ter se pronunciado. Todos os outros sete nomes optaram por não emitir comunicados.