Reeleição
“Disseram que eu era de um mandato só”, afirma Rafael Motta
Deputado federal comemora reeleição para a Câmara Federal e afirma que população premiou sua votação contra reformas impopulares de Temer
José Aldenir / Agora RN
Rafael Motta votou contra a reforma trabalhista proposta pelo governo Temer

Reeleito com 82.791 votos, Rafael Motta (PSB) é um dos três candidatos que renovarão o mandato na Câmara Federal em 2019. Segundo ele, o resultado foi em decorrência do reconhecimento do povo em sua defesa aos interesses coletivos.

“Entre defender interesses individuais ou coletivos, fiquei com a segunda opção e fui reconhecido por isso. Como exemplo, cito nosso posicionamento contra a reforma trabalhista e nossa posição contra a reforma da previdência.”, declarou.

O parlamentar disse ainda que esse retorno, após o período das eleições, é com a sensação de que o trabalho foi reconhecido e aprovado pelo povo do Rio Grande do Norte nas urnas. “Disseram que eu não chegaria lá, que eu era deputado de um mandato só”, enfatizou.

Suas ações na Câmara em 2019 consistem na retomada dos trabalhos na secretaria da juventude e na comissão de turismo, que é de vital importância para a economia do Estado. Para Rafael Motta, esse novo mandato será ainda de mais exigência da população quanto à postura do político. “O trabalho será mais intenso na comissão de turismo e secretaria de juventude”, diz.