Publicidade
Deputado Getúlio diz que Robinson não tomou medidas para conter crise econômica no RN
"A economia está descendo a ladeira no Brasil todo e isso repercute no Rio Grande do Norte", diz o deputado Getúlio Rêgo
Reprodução

O deputado estadual Getúlio Rêgo (DEM) criticou ontem (24) as medidas que o governador Robinson Faria (PSD) vem tomando em relação ao setor econômico do governo desde que assumiu a chefia do executivo estadual. O parlamentar defende que o governador tem feito o uso excessivo de recursos como o fundo previdenciário (cerca de R$ 500 milhões) e tomado medidas antipáticas como o aumento de impostos.

“Quando o governador assumiu, ele já tinha conhecimento da realidade, mas não fez os ajustes que deveria ter feito. Quando o dinheiro desse fundo acabar, não haverá dinheiro nem para quitar a folha de pagamento dos servidores”, pontua o deputado Getúlio. “A economia está descendo a ladeira no Brasil todo e isso repercute no Rio Grande do Norte”, complementou o parlamentar.

Em relação ao aumento de impostos obtido recentemente pelo Governo do RN, o parlamentar acredita que a medida vai diminuir ainda mais o consumo. “Não haverá aumento de arrecadação. O cenário está ruim para o país, e muito pior para o Rio Grande do Norte”, disse Getúlio.

Remanejamento de recursos

Em reunião extraordinária que acontece no período da manhã desta quarta-feira, os deputados estaduais que compõe a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) discutem o Projeto de Lei que permitirá o remanejamento dos recursos orçamentários de outros poderes para o Governo do Estado.

“Essa é uma iniciativa governamental que precisa ser discutida amplamente com os outros poderes. São medidas que atingem a Assembleia, o Judiciário e o Ministério Público e que precisam ter seus pontos clareados e debatidos para que a gente possa votar de forma consciente”, disse Getúlio Rêgo.

 

Publicidade
Publicidade