Publicidade
Amanda Gurgel condena novo aumento da tarifa e convoca população para tomar as ruas
Novo valor da passagem de ônibus já passa a vigorar a partir deste domingo (31), quando saltará de R$ 2,65 para R$ 2,90
Ney Douglas

O aumento da tarifa do transporte público de passageiros de Natal, aprovado nesta quinta-feira (28) pelo prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) provocou uma reação por parte dos vereadores da oposição. A vereadora Amanda Gurgel (PSTU) criticou a Prefeitura pela aprovação do acréscimo e acusou o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Seturn) de não ter cumprido as exigências de melhorias anteriores, quando a passagem aumentou de R$ 2,35 para os atuais R$ 2,65 (até domingo).

“É a mesma conversa fiada de sempre. Para justificar o aumento na tarifa, a Prefeitura e os empresários de ônibus falam em elevação nos custos ou prometem melhorias que nunca acontecem. Nem mesmo as mais básicas. Por quê? Porque o lucro está acima de tudo, acima da qualidade do transporte, acima do direito da população. O aumento de R$ 2,35 para R$ 2,90 é um absurdo injustificável”, disse a vereadora através de sua página no Facebook.

A parlamentar lembra ainda que o aumento vem em um momento em que a Prefeitura sequer executou a licitação dos transportes, que foi aprovada pela Câmara Municipal no ano passado, mas que a Prefeitura acionou a Justiça com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) contra alguns pontos específicos da lei aprovada pelos vereadores. A Procuradoria Geral do Município alega que as melhorias aprovadas pela Câmara, como exigências de piso baixo, motor traseiro, ar-condicionado, por exemplo, irão onerar o preço da passagem.

“Assim como os empresários, o prefeito Carlos Eduardo não quer nem o mínimo de conforto para os trabalhadores e estudantes que utilizam os ônibus em Natal”, critica. E convoca: “Transporte é um direito, e não fonte de lucro para meia dúzia de empresas. A população deve tomar as ruas contra mais esse ataque às condições de vida”.

Nesta sexta-feira (29) O Diário Oficial do Município confirmou a decisão do prefeito ao publicar o decreto assinado por Carlos Eduardo autorizando o aumento na tarifa de ônibus na cidade para R$ 2,90. O novo valor já passa a vigorar a partir deste domingo (31).

Também por meio de sua página no Facebook, o vereador Maurício Gurgel (PSOL), também criticou a decisão da Prefeitura. “Toda decisão que afete diretamente trabalhadores, estudantes e todos que utilizam o transporte público deve ser discutida previamente com a sociedade civil, procurando justificar o reajuste, além de apresentar consideráveis melhorias para os usuários”.

Publicidade
Publicidade