Eleições 2018
Rio Grande do Norte contabiliza 33 pessoas presas por crimes eleitorais
Além dos crimes eleitorais, as eleições no RN também registraram um homicídio, o crime ocorreu no bairro Lagoa Azul, na zona Norte de Natal
Reprodução / WhatsApp
Um eleitor foi assassinado ao deixar a Escola Estadual 15 de Outubro

O Rio Grande do Norte registrou 52 casos de crime eleitoral ao longo de todo o domingo. Ao todo, 33 pessoas foram presas no domingo. A irregularidade mais frequente foi a prática de boca de urna, com 20 casos, onde se flagra distribuição de material de campanha eleitoral.
Em Santana do Matos, na região Central potiguar, um homem foi detido distribuindo dinheiro e santinhos de um candidato a deputado estadual. A Polícia Militar apreendeu R$ 487,25 e 43 panfletos.

Já na cidade de Serra do Mel, na região Oeste, a presidente de uma seção eleitoral foi detida por distribuir santinhos aos eleitores. A mulher foi encaminhada para o distrito policial e assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência. A Justiça Eleitoral realizou a troca da presidente da seção.

Além dos crimes eleitorais, as eleições no RN também registraram um homicídio. O crime ocorreu no bairro Lagoa Azul, na zona Norte de Natal. Um eleitor foi assassinado ao deixar a Escola Estadual 15 de Outubro, que é uma das zonas eleitorais da região. O crime não tem relação com o processo eleitoral. A vítima não foi identificada.