terça,
Janela fechada
Polícia prende suspeitos que revendiam passagens de ônibus ilegais em Natal
Operação visa prender pessoas conhecidas como 'cartãozeiros' ou 'valeiros', que fazem parte de um esquema ilegal de compra e venda de vale-transporte
Cedida
Em agosto de 2016, foi deflagrada a primeira fase da Operação que efetuou a prisão de 19 suspeitos

A Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (DEFD) deflagrou em Natal, na manhã desta quinta-feira (09), a Operação Janela Fechada 2 que prendeu seis homens que revendiam passagens de ônibus ilegais, nas paradas de ônibus localizada à avenida Bernardo Vieira, no bairro de Tirol, na avenida Salgado Filho, e na avenida Rio Branco, no bairro Cidade Alta. O grupo foi preso em flagrante pela prática do crime de estelionato. Com eles, os policiais civis apreenderam cartões de passagens e dinheiro. Em agosto de 2016, foi deflagrada a primeira fase da Operação que efetuou a prisão de 19 suspeitos.

De acordo com a delegada adjunta da DEFD, Karen Cristina Lopes, a Operação visa prender pessoas conhecidas como “cartãozeiros” ou “valeiros”, que fazem parte de um esquema ilegal de compra e venda de vale-transporte. Segundo a delegada, a operação prosseguirá, através de uma ação integrada da Polícia Civil com a Polícia Militar, a qual será pauta de reunião com os representantes do órgão. No crime, os suspeitos oferecem ao usuário uma passagem com o preço abaixo do valor da tarifa comercial vigente, em alguns casos, o desconto é de R$ 0,50. O usuário recebe o cartão, usa no coletivo e depois devolve o mesmo para o valeiro.