Publicidade
Investigação
Polícia prende suspeitos de matar idosa no Oeste; médico está envolvido
Delegado declarou que “os criminosos mataram por perversidade”. Ainda segundo ele, marido da vítima conseguiu dar detalhes sobre o veículo utilizado durante o crime
PM/Divulgação
Dentre os detidos está um médico, que já possuía ficha criminal na polícia

Uma ação integrada, entre policiais civis e militares prendeu quatro suspeitos de terem atirado em um casal de idosos na zona rural de Olho D’Água do Borges na manhã desta quarta-feira, 9. Os homens foram detidos e encaminhados para a Delegacia Regional de Patu.

O delegado Sandro Regis, titular da delegacia regional de Patu, declarou que “os criminosos mataram por perversidade”. Ainda segundo ele, o marido da vítima conseguiu dar detalhes sobre o veículo utilizado durante o crime. No decorrer da investigação foi possível localizar os criminosos próximo a um bar no centro de Patu.

Dentre os detidos está um médico, que já possuía ficha criminal na polícia. “Ele responde por três homicídios sendo dois em Patu e um em Messias Targino”, informou o delegado. Durante a prisão, foi apreendida uma pistola e drogas dentro do veículo.

O delegado relatou que já foi ameaçado de morte pelo médico em virtude de uma prisão por porte ilegal de arma. “Desde então, ele começou a me ameaçar, inclusive ele chegou a mandar um pistoleiro me matar”, relatou Régis.

Entenda o caso

Um casal de idosos sofreu atentado durante uma caminhada na RN-078, na madrugada desta quarta-feira, 9. A ação ocorreu no trevo que dá acesso às cidades de Patu e Rafael Godeiro, municípios localizados na região Oeste potiguar.

A vítima era agricultora e foi identificada como Francisca Alves Silva Oliveira, de 68 anos. Ela morreu no local. O marido conseguiu escapar correndo para dentro de um matagal.

Publicidade
Publicidade