terça,
Perversão
Polícia Civil de Extremoz prende homem por estuprar a própria neta
Homem foi preso e atuado pelo crime de estupro de vulnerável, sendo encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça
Reprodução
Prisão acontece na semana que ocorre uma campanha de combate a exploração sexual na cidade de Extremoz

Policiais civis da Delegacia de Extremoz prenderam, na última quinta-feira 18, um homem de 74 anos, suspeito de estuprar a própria neta, no município de Barra de Maxaranguape.

Segundo investigações, o idoso apalpou partes íntimas da criança de nove anos, ato que foi presenciado pelo irmão da menina. O homem foi preso e atuado pelo crime de estupro de vulnerável, sendo encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A prisão acontece na semana que ocorre uma campanha de combate a exploração sexual na cidade de Extremoz. O trabalho foi realizado pela Delegacia de Extremoz, Ministério Público, e o Centro De Referência a Assistência Social (CRAS) de Extremoz. Desde segunda-feira (15) a população do município foi conscientizada em relação a exploração sexual infantil nas escolas e por meio de panfletagem nas ruas.