terça,
Execução
PM da “Viatura do Mal” é assassinado após deixar partida de futebol em Natal
Soldado era réu em um processo da Justiça - ele era acusado pelo Ministério Público de fazer parte de um grupo de agentes da Polícia Militar que praticava extorsão e outros crimes
Viatura do Mal
Arquivo da família
Policial foi atingido quatro vezes e, apesar de socorrido, não resistiu aos ferimentos

O policial militar Marcos Garcia Marinho foi assassinado a tiros na noite da última sexta-feira, após sair de uma partida de futebol com os amigos na zona Norte de Natal. Marinho, que voltava para casa pela avenida João Medeiros Filho em uma motocicleta, foi abordado por quatro homens em um carro de cor prata, que atiraram várias vezes contra ele – quatro projéteis o atingiram, dois deles no tórax e os outros dois no abdômen.

O soldado Marinho era réu em um processo da Justiça – ele era acusado pelo Ministério Público de fazer parte de um grupo de agentes da Polícia Militar que praticava extorsão e outros crimes na viatura 924 do 9º Batalhão da PM, que ganhou repercussão no programa “Fantástico”, da TV Globo, ao receber a alcunha de “Viatura do Mal”.

No processo, 11 policiais foram condenados. Marinho e mais três policiais haviam escapado da prisão após alegarem insanidade mental. Desde então, ele estava afastado de suas atividades pela Junta Médica.

Marcos Marinho chegou a ser socorrido e levado ao pronto-socorro do Hospital Santa Catarina, ele passou por cirurgia de urgência, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo durante a madrugada.

O veículo utilizado durante o crime foi encontrado pela polícia abandonado no Loteamento José Sarney, algumas horas após a ocorrência. Todavia, até o momento, nenhum suspeito foi encontrado.