Violência
Ligue 180 recebeu 956 denúncias de violência contra mulheres no RN
Balanço foi divulgado Ministério dos Direitos Humanos (MDH), e engloba violência psicológica, cárcere privado, homicídio e outros crimes
Reprodução
A central 180 funciona 24 horas todos os dias, incluindo feriados e finais de semana

Canal para denúncias de violência contra a mulher, o Ligue 180 recebeu 956 queixas em todo o primeiro semestre no Rio Grande do Norte. O balanço foi divulgado Ministério dos Direitos Humanos (MDH), e engloba violência psicológica, cárcere privado, homicídio e outros crimes.

Em 2017, o Ministério dos Direitos Humanos (MDH) recebeu 2.164 denúncias do Rio Grande do Norte. No entanto, a pasta não detalhou quais foram os principais crimes registrados através do mecanismo.

Em todo o Brasil, a violência física foi o crime mais registrado no primeiro semestre deste ano, com 34 mil casos, seguida da violência psicológica, com 24.378, e da violência sexual, correspondendo a 5.978 casos.

Denuncie

Não só a vítima pode denunciar casos de agressão contra a mulher. Pessoas próximas ou até desconhecidos também podem utilizar o canal ou registrar queixa na  delegacia. Para denunciar casos de violência basta ligar para o número 180, canal disponível no Brasil e em mais 16 países que, além de receber as denúncias, esclarece dúvidas sobre os diferentes tipos de violência aos quais as mulheres estão sujeitas.

As manifestações também são recebidas por e-mail, no endereço ligue180@spm.gov.br. A central funciona 24 horas todos os dias, incluindo feriados e finais de semana. No total, em 2017, o Ligue 180 recebeu 156,8 mil notificações.