Publicidade
Júri popular
Justiça condena pedreiro que matou menina em Natal a 31 anos de prisão
Assim que foi preso, ainda no ano passado, Marcondes admitiu que matou Iasmin Lorena utilizando um arame pelo fato dela ter se recusado a manter relações sexuais com ele
José Aldenir / Agora RN
Marcondes Silva durante julgamento

O pedreiro Marcondes Gomes da Silva foi condenado pela Justiça a cumprir pena de 31 anos de prisão por ter matado a estudante Iasmin Lorena Pereira de Melo, à época com 12 anos, no mês do março do ano passado.

Marcondes é assassino confesso da menina. Assim que foi preso, ainda no ano passado, ele admitiu que matou ela utilizando um arame pelo fato dela ter se recusado a manter relações sexuais com ele.

Sua condenação consiste nos crimes de homicídio triplamente qualificado (motivo fútil, impossibilidade de defesa da vítima e emprego de meio cruel), estupro de vulnerável e também ocultação de cadáver.

Publicidade
Publicidade