Recuperação
Jovem baleado durante tiroteio entre PMs e bandidos em Natal segue internado
Assessoria de comunicação da PM informou que foi determinada a abertura de um Inquérito Policial Militar e disse que os quatro policiais já foram afastados de suas funções
Reprodução / Arquivo da família
Rapaz foi levado para o Hospital Santa Catarina, na Zona Norte de Natal, e depois transferido para Pronto-Socorro Clóvis Sarinho

Segue internado no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, o jovem Milton Coelho de Oliveira Neto, de 19 anos, que foi atingido por um tiro no pescoço durante um confronto envolvendo policiais militares e assaltantes na noite do último domingo, 7, na comunidade de Estivas, em Extremoz, município localizado na Grande Natal. A PM apura se o disparo partiu de um dos policiais e também investiga as circunstâncias da ocorrência. Três criminosos foram feridos.

De acordo com informações da Polícia Militar, uma guarnição descaracterizada, com dois sargentos e dois cabos, regressava da Operação Eleições 2018  se deparou com um carro com queixa de roubo com cinco homens dentro. O grupo estava roubando o carro onde estavam Milton Neto, o pai dele, Milton Coelho de Oliveira Filho, e outras quatro pessoas. Ao perceberem a aproximação dos policiais, os criminosos atiraram.

Os policiais revidaram. Na troca de tiros, o jovem foi baleado no pescoço. O rapaz foi levado para o Hospital Santa Catarina, na Zona Norte de Natal, e depois transferido para Pronto-Socorro Clóvis Sarinho. Horas depois, a PM recebeu a informação que três dos cinco bandidos, também feridos, haviam dado entrada na unidade, onde acabaram sendo reconhecidos pelo pai. Um revólver foi apreendido com o trio. Os outros dois assaltantes fugiram em meio ao confronto.

A assessoria de comunicação da PM informou que foi determinada a abertura imediata de um Inquérito Policial Militar e disse que os quatro policiais já foram afastados de suas funções e as armas deles recolhidas para exames balísticos no Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep).