Ação
Governo deflagra “Operação Natal Segura” para combater crime organizado no RN
Objetivo é diminuir os indicadores de criminalidade a roubos de veículos através de barreiras fixadas 24 horas por dia nas saídas das cidades, bem como intensificar o combate a facções criminosas
José Aldenir / Agora RN
Secretária Sheila Freitas: "Ação irá coibir que fugitivos da Paraíba venham para o RN"

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), dará início nesta sexta-feira, 14, em Natal e Região Metropolitana, a operação denominada “Natal Segura”. O objetivo dela é diminuir os indicadores de criminalidade a roubos de veículos através de barreiras fixadas 24 horas por dia nas saídas das cidades, bem como intensificar o combate a facções criminosas e ao crime organizado.

A secretária da pasta Sheila Freitas anunciou em coletiva nesta quinta-feira, 13, que a operação foi feita através do grupo de inteligência das polícias, e que não irá comprometer as outras ações propostas pela Sesed.

“Apesar da diminuição dos homicídios, houve um aumento significativo de roubos de veículos, estudamos e agora vamos colocar em prática.  Os policias que irão realizar esta operação será o efetivo extra, ou seja, que se encontram de folga e o pagamento desses policiais e agentes será por meio de um convenio com o Detran, já feito anteriormente”, enfatizou a secretária.

Sheila acrescentou ainda que, apesar do foco da operação ser Natal e Região Metropolitana, as divisas do Estado estão sendo reforçadas desde a fuga dos presidiários da Paraíba, na última segunda-feira, 10, mas não confirmou quantos policias irão atuar e nem até quando irá durar a fiscalização.

“Desde esta fuga, as nossas barreiras estão sendo reforçadas. Essa ação também irá coibir que esses criminosos possam vir para o nosso Estado”, afirmou ela.

Prevista inicialmente para outubro, a operação foi antecipada devido à fuga de mais de cem detentos do sistema prisional da Paraíba, e por Natal ter sido Natal identificada pela inteligência da polícia como um possível alvo dos fugitivos. Outro fator que ensejou a antecipação da operação foi o aumento da criminalidade nos estados vizinhos, notadamente Ceará e Paraíba.

A operação será realizada em conjunto com a Policia Militar, Policia Civil, Detran e Policia Rodoviária Federal.