terça,
Operação
Fiscalização surpresa nas rodovias do RN apreende onze cargas irregulares
Auditores foram divididos em equipes para atuarem nos Postos da PRF em São José do Mipibu, Ceará Mirim, Macaíba, São Gonçalo do Amarante e Natal
Divulgação Polícia Rodoviária Federal,
Divulgação/ Polícia Rodoviária Federal
Operação conjunta de auditores fiscais do RN e a Polícia Rodoviária Federal

Mais de 600 veículos foram abordados na manhã desta quarta-feira, 8, com 11 apreensões de cargas irregulares durante operação conjunta de auditores fiscais do RN e a Polícia Rodoviária Federal. Além de veículos de transportes e cargas, carros de passeio também foram vistoriados. O objetivo é combater a sonegação pela circulação de mercadorias sem nota fiscal.

Em torno de 150 auditores fiscais vistoriaram mais de 1100 empresas, no que tange principalmente a emissão da Nota Fiscal Eletrônica de Consumidor (Nfc-e)”, informou o auditor Carlos Eduardo Xavier, diretor de comunicação do Sindicato dos Auditores Fiscais.

Para o secretário de Tributação do RN, André Horta, “o objetivo dessas ações sucessivas é garantir, principalmente, a arrecadação espontânea com base na orientação e supervisão dos contribuintes”, já que a regularidade fiscal e cadastral evita multas, possibilita emissão das certidões estaduais para acesso a crédito e licitações e previne a fiscalização presencial de auditores fiscais no estabelecimento, conforme prevê a legislação.

“No decorrer dos meses de novembro e dezembro serão realizadas várias outras medidas com resultados de curto prazo, que abrangerão ações mais ostensivas na cobrança administrativa, realização de malhas e monitoramento fiscal, intensificação da itinerância e fiscalização de mercadorias em trânsito e de estabelecimentos”, afirmou o vice-presidente do Sindifern, Roberto Fontes.

Os auditores que participam da operação de hoje foram divididos em equipes para atuarem nos Postos da PRF em São José do Mipibu, Ceará Mirim, Macaíba, São Gonçalo do Amarante e Natal.