Publicidade
Insegurança
Dirigente do ABC é encontrado morto dentro de carro na zona Sul de Natal
Leonardo Queiroz tinha 42 anos de idade; seu carro, um Chevrolet Agile, estava trancado, e o seu corpo no banco do carona; ele foi vítima de golpes de faca
Andrei Torres / ABC FC
Leonardo Queiroz, supervisor de futebol do ABC

O supervisor de futebol do ABC, Leonardo Queiroz, foi encontrado morto por golpes de faca na manhã desta sexta-feira, 21, dentro do seu próprio carro, na Vila de Ponta Negra, zona Sul de Natal.

Léo, como era conhecido, tinha 42 anos de idade. O seu carro, um Chevrolet Agile, estava trancado, e o seu corpo no banco do carona. A Polícia Militar informou que ainda não há pistas do que pode ter acontecido.

Queiroz trabalhava ativamente na supervisão de futebol do clube ao lado de Cleber Romualdo, tanto no futebol profissional como também nas categorias de base.

Segundo a Polícia Civil, a investigação da morte de Leonardo ficará a cargo da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), sob supervisão do delegado Ernani Júnior.

Leonardo Queiroz foi assassinado dentro do seu próprio carro, um Chevrolet Agile — Foto: Redes Sociais
Corpo do dirigente estava dentro do seu próprio carro. (Foto: Reprodução / WhatsApp)

Em nota, o América, maior rival do ABC, se solidarizou com o momento e desejou forças aos amigos e familiares. Na nota do time rubro, a morte do supervisor é tratada como reflexo da insegurança no Estado.

O ABC, que entra em campo nesta sexta-feira, 21, diante do Globo, pela Série C do Campeonato Brasileiro, ainda não se pronunciou sobre o caso, mas sua assessoria de imprensa disse que vai emitir nota nas próximas horas.

Publicidade
Publicidade