Publicidade
Assassinato
Corpo encontrado em Mossoró é de motorista de aplicativo desaparecido
Após perícias, houve a confirmação de que se tratava do motorista de aplicativo, Alex Moura de Oliveira, raptado de casa, no conjunto Odete Rosado, no dia 15 de outubro
José Aldenir / Agora RN
Corpo do motorista de aplicativo apresentava um hematoma profundo na cabeça, compatível com pauladas

Um corpo, em estado de decomposição, foi encontrado neste domingo, 20, em um matagal na região de Passagem de Pedras, zona rural de Mossoró. Devido a condição que o cadáver estava, só após perícias que houve a confirmação de que se tratava do motorista de aplicativo, Alex Moura de Oliveira, de 30 anos, raptado de casa, no conjunto Odete Rosado, em Mossoró, na madrugada do dia 15 de outubro.

Alex Moura teve sua residência invadida por criminosos, que realizaram um arrastão e fugiram levando o carro da família e Alex junto. Desde então, não se obteve mais notícias dele.

O grau de decomposição do corpo estava tão avançado, que a identificação oficial só foi possível com a comparação da digital afixada nos documentos de identidade, com a digital do polegar direito da vitima. Os testes foram realizados pelos técnicos em papiloscopia do Instituto Técnico-Científico de Perícia.

De acordo com a perícia, o corpo do motorista de aplicativo apresentava um hematoma profundo na cabeça, compatível com pauladas. Um pedaço de madeira, que pode ter sido utilizado pelos criminosos para cometer o crime foi encontrado ao lado do corpo.

A polícia segue em busca de suspeitos de terem cometido o crime.

Publicidade
Publicidade