domingo,
Híbrido
Papagaio é um peixe desenvolvido pelo homem para o aquarismo
A Cor do papagaio pode variar entre marrom, amarelo, vermelho, dependendo de quem são os pais
Ilustração
O papagaio necessita de um aquário bem grande para viver bem

O papagaio é um peixe desenvolvido pelo homem para o aquarismo a partir do cruzamento de ciclídeos americanos, que entre os filhotes de suas criam tem alguns alevinos com mutações genéticas. O papagaio não existe na natureza.

Há controvérsias sobre quem são os “pais” do Papagaio. Entre as possibilidades temos:

– Cichlasoma synspilus (Redhead Cichlid) e Cichlasoma citrinellum ou

– Severum (Heros severus ou Cichlasoma severum) com Red Devil (Cichlasoma erythraeum) ou

– Red Devil e Green Severum ou

– Red Devil e Redhead Cichlid

A Cor do papagaio pode variar entre marrom, amarelo, vermelho, dependendo de quem são os pais.

Embora os papagaios até formem casais e ponham ovos, é praticamente impossível cruzá-los, pois o resultado é uma mutaçao recessiva letal, por ser muito severa. Os ovos que eles põe são inferteis.

Os poucos casos de procriação bem sucedida são porque os papagaios foram cruzados com peixes híbridos. Os papagaios cuidam vigorosamente da desova. Os ovos inférteis fungam e ficam branco, quando são comidos pelos pais para que o fungo não se espalhe para os outros ovos.

Quando acontece a eclosão dos ovos, é necessário que o aquarista faça trocas parciais de água de 25% diariamente para garantir a saúde dos alevinos e alimentá-los de preferencia com ovos de artemia.

Devido ao hibridismo desse peixe, ele tem deformidades físicas: a boca muito pequena, nadadeiras mal formadas, que precisam estar sempre sendo movimentadas para que o peixe se mantenha flutuando, e a espinha deformada.

O papagaio necessita de um aquário bem grande para viver bem, pois chegam a 25 cm de tamanho, chegando a viver até 10 anos. É ideal montar um aquário com bastante esconderijos para que possam criar seu território. O pH ideal é entre 6.6 e 7.0. Acima de 7.0 o ph faz com que o peixe possa perder um pouco a cor.

A alimentação deve ser o mais variada possível, de preferência com alimentos que afundem, pois devido as suas nadadeiras mal formadas, eles tem dificuldades de ir à superfície se alimentar.

Quando estressados, podem desenvolver manchas pretas pelo corpo, que somem a medida que o perigo passa.

 

 

Fonte: Aquarifit