quinta, 30 de março de 2017
Saiba mais
Confira 10 alimentos ‘humanos’ que você deveria dar ao seu cachorro
Pode sempre complementar a comida de seu bicho com alguns alimentos humanos
seruw
Ilustração
Existem de fato alguns alimentos muito benéficos para nossos amiguinhos de quatro patas.

Se você é dono de um cachorrinho, então você sabe o quão difícil é manter seu animal de estimação, com uma alimentação saudável! Os patudos têm por norma a tendência para pedir tudo aquilo que não podem comer. Isso já devemos ser nós a controlar, para que eles vivam bem e durante muitos mais anos.

Os olhinhos grandes e brilhantes de nossos amiguinhos, podem por vezes ser uma barreira muito complicada de contornar. E quando eles se colocam junto a nós e nos imploram por um pedacinho daquela iguaria de que desfrutamos? Admita, você já deu algumas vezes, comida do seu prato para ele…

Existem todas as razões e mais algumas para não alimentar seu patudo, com comida da sua mesa. A primeira é que eles criam maus hábitos e em segundo lugar, muitas das coisas que nós ingerimos são seriamente ruins para eles.

Preocupante? Porém existem de fato alguns alimentos muito benéficos para nossos amiguinhos de quatro patas.

Hoje em dia nem toda a gente tem tempo, devido ao estresse diário, para fazer as refeições de seus cachorros. Além do mais, os alimentos para cachorros, em supermercados, são especialmente equilibrados e com os nutrientes de que tanto precisam.

Se você compra a comida de seu peludinho no supermercado, saiba que está fazendo o certo. Pode sempre complementar a comida de seu bicho com alguns alimentos humanos. Tente adicionar à dieta alimentar de seu canino, alguns dos seguintes ingredientes.

  1. Carne magra: Energia

Os cachorros precisam de carne, pois lhes fornece a maior parte de sua energia através da proteína animal.

Carnes magra como o frango e carne de porco, são grandes fontes de vitaminas B e aminoácidos, que também impulsionam a energia e o metabolismo. Procure cortes de carne sem gordura visível quando comprar carne para o seu patudo, evitar carne moída é essencial pois, normalmente tem um maior teor de gordura.

Cuidado com os ossos de frango, eles podem causar problemas!

  1. Salmão e atum: Pelo brilhante e sistema imunológico saudável

Peixes gordos como atum e salmão são ótimos por causa de seu alto teor de ácidos graxos ômega-3, o que é ótimo para os caninos, quer por dentro quer por fora.

Estes peixes ajudam a manter um pelo brilhante e saudável, e também são ótimos para a função cerebral sistema imunológico do animal.

Procure por peixe selvagem capturado localmente quando fizer as compras. Sirva cozinhado em vez de cru.

Como alternativa, você também pode adicionar óleo de peixe para o alimento regular de seu fiel amigo.

  1. Fígado: Vitaminas A, B e K

O fígado é uma fantástica fonte de vitaminas e ferro. Na verdade, ele pode conter muito mais dos nutrientes essenciais de que seu peludinho precisa de carne muscular. Você pode obtê-lo fresco do supermercado ou comprá-lo liofilizado ou desidratado na loja de animais.

Enquanto os cães adoram fígado, certifique-se de não dar demasiado. Como possui um monte de vitamina A é perigoso para eles. Não devemos exceder uma dose semanal para cachorros médios e grandes ou meia dose para cachorros pequenos.

  1. Aveia: Digestão

A aveia é uma grande fonte de fibra, que faz a digestão lisa e confortável, mas é também um grão inteiro e melhor para a saúde do seu companheiro do que os grãos refinados.

É especialmente bom para patudinhos mais velhos que têm problemas digestivos. É também benéfico para patudos com alergias do trigo que não podem ingerir alimentos de cachorro convencionais.

Cozinhe a aveia da maneira que você faria para si mesmo, mas não se esqueça de resfriá-lo antes de servi-lo. Os nossos queridos amigos são gulosos e o cereal quente pode queimar suas bocas!

  1. Salsa: Respiração fresca

Se o seu bichinho tem uma respiração fedorenta, pique algumas colheres de sopa de salsa fresca (plana ou encaracolada, não importa) e adicione ao alimento do seu bicho para neutralizar o odor.

Além de refrescar a respiração de seu quatro patas, a salsa também é uma boa fonte de potássio e cálcio.

  1. Ervilhas: Potássio

O potássio é um mineral crucial para a saúde geral dos nossos melhores amigos, assim como é com os seres humanos.

Eles também estão cheios de fósforo e vitamina B, e são um complemento para adicionar às refeições do seu melhor amigo: basta derramar um punhado em sua tigela!

  1. Cenouras: Dentes Saudáveis

As cenouras são grandes deleites para esses fiéis amigos, não somente por causa de todas suas vitaminas, mas também porque sua natureza dura, é excelente para raspar seus dentes. Se o seu fiel amigo tiver muita placa e não for tratada, a placa pode conduzir à deterioração dos dentes e infecções.

As cenouras bebês são perfeitas, especial para cachorros menores, porque são de um tamanho pequeno e vêm já peladas.

  1. Algas Nori: Metabolismo

Nori são algas secas, populares na culinária japonesa e muitas vezes encontradas envoltas em rolos de sushi.

É rica em fibras e vitaminas C e E. Além disso, seu conteúdo de clorofila também são grandes aliadas para a regulação do metabolismo, que é perfeito para manter o seu animal de estimação em forma.

  1. Queijo de iogurte ou queijo cottage: Cálcio

Produtos lácteos como este, são uma grande fonte de cálcio para a saúde dos ossos e dentes. O iogurte e kefir têm o benefício adicional de probióticos para um trato digestivo saudável.

Apenas certifique-se de optar pelo tipo sem adição de adoçantes ou frutas. Para iogurtes e queijos, procure sempre as variedades desnatadas ou com pouca gordura.

Antes de alimentar seu canino com produtos lácteos, certifique-se que ele não é intolerante á lactose!

  1. Óleo de coco: proteína, imunidade e saúde da pele

Até agora, você sabe que o coco e o óleo de coco são alimentos topo de gama. Sabia que são também excelentes para seu cachorrinho?

Flocos de coco podem ser adicionados às refeições, como pode uma colher de óleo de coco. O óleo é ótimo para nutrir a pele do seu canino e também contém monoglicérido monolaurina, que tem propriedades antibacterianas e antivirais. Além disso, é uma fonte elevada de proteína.

Gostou dessas dicas? A partir de agora seu cachorrinho vai ser tão saudável que você fará apenas consultas de rotina com ele. Mudar a alimentação de seu canino está em suas mãos.