Dicas
Brinquedos para o cão são muito importantes para o desenvolvimento do pet
Os diferentes tipos de brinquedos podem ser utilizados para divertir e diminuir o estresse dos cães; saiba tudo sobre o assunto
Shutterstock
A relação do cachorro com o brinquedo deve começar desde cedo

Os cães têm muita energia e boa parte dela vem do instinto e necessidade de explorar, correr, pular e morder. O resultado disso, somado a criação de dependência com o dono, pode ser desastroso: móveis mordidos, controle remoto e cabo de carregador destruídos, almofadas estouradas, papel higiênico pela casa inteira. Para melhorar comportamentos do tipo, estresse e ansiedade de separação o tutor pode ter ajuda dos brinquedos para cachorro.

De acordo com a médica veterinária Juliana Toledo da Cobasi São Caetano do Sul, “os brinquedos para cachorro podem ser utilizados para divertir e reduzir o estresse deles. Isso porque interações com os familiares fazem com que o cão aumente o vínculo social, crie confiança no proprietário e melhore comportamentos inadequados, além de levar ao bem-estar e a felicidade do cãozinho”.

Além disso, os brinquedos de modo geral, tem a finalidade de treinamento da parte cognitiva, ou seja, auxilia mentalmente o cão, evitando assim doenças ocasionadas por estresse ou falta de atividade.

Assim, a relação do cachorro com o brinquedo deve começar desde cedo. O período entre o 55º e o 90º dia de vida é o ideal para socialização e descobrimento dos cheiros, sons, texturas e sabores por parte dos filhotes. Por isso é importante apresentar para o cão todos os tipos de brinquedos.

Tipos de brinquedos para cachorro

“Os brinquedos de modo geral, tem a finalidade de treinamento da parte cognitiva, ou seja, auxilia mentalmente o cão, evitando assim doenças ocasionadas por estresse ou falta de atividade. Os cães brincam em qualquer idade da vida!”, explica Juliana Toledo.

O tipo de brinquedo varia de acordo com a idade, tamanho do cachorro, raça e temperamento. Mas, os que não podem faltar são bolas de tênis e ossos de náilon, que além de terem resistência, distraem o animal por longos períodos.

Os que dispensam alimentos aos poucos são recomendados para cães ansiosos e bem ativos, eles ajudam também em questões de obesidade, já que impedem que o animal coma muito rápido.

Mordedores de látex, bolinhas de borracha, frisbees e bichinhos de pelúcia devem ser oferecidos com supervisão. Essas opções são importantes para apresentar diferentes texturas para o animal e ainda aproxima-lo do dono.

 

 

Fonte: iG