Publicidade
Farra
Sob presidência de Davi Alcolumbre, diárias disparam no Senado
O dinheiro sai toda a vez que um senador viaja ao exterior em missão oficial e custeia despesas básicas, como alimentação e hospedagem
Jorge William/Agência O Globo
Enquanto o Executivo realiza cortes generalizados no orçamento, no Senado presidido por Davi Alcolumbre não há crise

Os gastos do Senado com pagamento de diárias explodiram desde que Davi Alcolumbre se sentou na cadeira de presidente, revela o colunista Lauro Jardim, de O Globo.

O dinheiro sai toda a vez que um senador viaja ao exterior em missão oficial e custeia despesas básicas, como alimentação e hospedagem.

De fevereiro a maio, o Senado já gastou R$ 329 mil com diárias, um aumento de 154% em relação aos R$ 129 mil desembolsados no mesmo período do ano passado e 111% mais do que os R$ 155 mil referentes aos cinco primeiros meses de 2017.

Quem lidera o ranking das diárias é a senadora de primeiro mandato e representante da tal nova política Soraya Thronicke (PSL-MS), que recebeu R$ 20,8 mil no período.

Em seguida, vêm Roberto Rocha (PSDB-MA), com R$ 20,6 mil, e a paraibana e também debutante Daniela Ribeiro (PP), que já levou R$ 20 mil.

Publicidade
Publicidade