segunda, 29 de maio de 2017
home / Joaquim Pinheiro

Joaquim Pinheiro

Palavra de Ordem

A operação Lava-Jato certamente deixará um legado positivo para o Brasil após anos de investigação, delação e prisão de pessoas que cometeram ilícitos e em razão disso estão sendo punidas. O cenário é ainda de incerteza, mas de esperança de que o País sairá melhor do que quando começou a assepsia ética. Brasileiros estão pagando um alto preço pelos desmandos de gestores públicos que cometeram infrações, principalmente pela ação deletéria dos falsos “messias” e “rainhas da enganação” que ludibriaram a Pátria, deixando um rastro de destruição. Nessa história toda não existem inocentes, já que fazem parte de um modelo político nocivo à democracia e a própria sociedade que precisa ser mudado.

Entretanto, para que isso seja efetivado, é preciso que se estabeleça uma reforma política urgentemente. Além dessa reforma primordial para o aperfeiçoamento do processo, outras reformas, como a previdenciária e tributária se fazem necessário para ajudar tirar o País do caos em que se encontra. Mesmo diante de tudo que se vivencia no Brasil contemporâneo, o comportamento do brasileiro deve ser de ânimo e otimismo, já que historicamente são das crises que surgem as melhores alternativas e soluções para se resolver os problemas de grandes Nações como o Brasil. É a palavra de ordem.

Leitura rápida

Palestra de Mailson

+ O ex-ministro da Fazenda Mailson da Nóbrega, que é um dos principais articuladores da revista Veja, faz palestra em Natal amanhã (sexta-feira) na FIERN dentro da programação alusiva ao Dia da Indústria – 25 de maio. Está sendo desenvolvida uma vasta programação, inclusive cultural com apresentação do cantor forrozeiro Valdonis.

Privatizar é preciso

+ O Estado não pode tomar conta de tudo, daí a necessidade de privatizar órgãos públicos como CAERN e Potigás, a exemplo de outras que inclusive, são perdulárias e deficitárias causando despesas ao erário público estadual. A UERN – Universidade Estadual do Rio Grande do Norte é exemplo de desvio de função do Estado por se tratar de ensino superior que deve ser de responsabilidade do Governo Federal. O Estado gasta recursos vultosos para manter essa universidade, dinheiro que poderia ter outra destinação, como investimentos na saúde e na educação.
Ambiente favorável

+ Mesmo diante das turbulências políticas o ambiente econômico continua favorável no País, particularmente no Rio Grande do Norte onde está havendo abertura de novas empresas com oferecimento de vagas de trabalho para os norte-rio-grandenses.
Ao som de Luiz Gonzaga

+ José Adécio, deputado do DEM, iniciou uma série de visitas ao interior do Estado. Recentemente esteve em Parelhas onde conversou com estudantes e lideranças políticas. Almoçou embalado nas músicas de Luiz Gonzaga, de quem é fã incondicional. Adécio poderá apresentar o filho Gustavo Costa para substituí-lo na Assembleia Legislativa.
Torcedor otimista

+ O otimismo voltou à torcida do América. O Time venceu o Murici por 3 a zero no último jogo em Natal. Agora vem o Sergipe fora de casa valendo pela Série D do Campeonato Brasileiro. O time conta com o trabalho eficiente do treinador Leandro Campos e Cascata, um dos jogadores mais talentosos que se viu jogar no Rio Grande do Norte. O jogo com o Sergipe será domingo à tarde.

+ Frase: “O Congresso Nacional precisa dar continuidade às reformas estruturais, que são fundamentais para colocar o País no rumo certo”. (Comunicado da CNI- Confederação Nacional da Indústria, feito à Nação Brasileira).

bancos
Com juros imorais, bancos são agiotas oficiais

Os governos realmente tornaram-se inoperantes diante dos problemas nacionais começando pela ineficiência no combate à criminalidade. A bandidagem tomou conta dos Estados e o aparato policial não consegue conter a violência que aumenta diuturnamente. As limitações do governo, notadamente de ordem financeira, impedem que a polícia desempenhe suas atividades com eficiência e efetividade visando atender a demanda da sociedade nesse quesito. Mas existem outros casos em que o Governo Federal não mostra vontade política para resolvê-los. Podemos citar como exemplo a indiferença e o desinteresse com relação aos juros imorais praticados pelos bancos oficiais.

Como se explica o fato da taxa básica chamada Selic está diminuindo e os juros do cheque especial praticados por bancos oficiais continuarem em patamares absurdos extorquindo os brasileiros e o governo não faz nada. Pessoas estão endividadas e não têm para quem recorrer. O governo simplesmente desconhece o problema. É uma verdadeira agiotagem oficial sacrificando e comprometendo salários todos os meses, enquanto instituições financeiras têm lucros enormes sugando a todos, indistintamente. Por que não uma intervenção do Banco Central obrigando os bancos a se adequarem à nova realidade brasileira e contribuir para melhorar o rendimento da população?

Os juros do cheque especial são absurdos, abusivos e impraticáveis nos níveis em que se encontram e ninguém faz nada. Onde estão parlamentares e órgãos que se dizem representativos da sociedade que calam diante dessa situação falimentar? Os juros dos bancos estão deixando as pessoas sacrificadas e reféns dessas instituições que se consideram fomentadores do desenvolvimento. Mas na verdade são fomentadoras do caos e da falência coletiva.

LEITURA RÁPIDA

Convenção tucana
O PSDB, partido presidido no Estado pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza, está ultimando os preparativos para a convenção do partido que acontecerá no próximo dia 27 em Natal. Com maior bancada na Assembleia Legislativa, o PSDB prepara-se para participar efetivamente das próximas eleições apresentando candidatos em todos os níveis num verdadeiro processo de renovação.

Nome para o Senado
Aqui no Rio Grande do Norte fala-se nos meios políticos numa possível candidatura do deputado Rogério Marinho a senador. O parlamentar norte-rio-grandense nacionalizou seu nome ao relatar o projeto de modernização das leis trabalhistas recentemente aprovado na Câmara Federal e que seguirá agora para apreciação e votação no Senado.

Monitoramento nas escolas
Projeto de autoria do deputado Ezequiel Ferreira na Comissão de Constituição e Justiça institui o monitoramento através de câmara nas Escolas Públicas do Rio Grande do Norte. Recebeu voto favorável do deputado José Adécio.

Secretária no Pensando Bem
A secretária de Segurança do Estado, delegada Sheila Freitas, será a entrevistada do programa “Pensando Bem” que será apresentado ao vivo pela TV Câmara, canal 10 da Cabo na próxima segunda-feira a partir das 18h30.

Série B
O ABC joga contra o Paraná no próximo sábado às 16h30 no Frasqueirão. O jogo é válido pela série B do Campeonato Brasileiro. O ABC não perde no seu estádio há 32 jogos.

Volta de Hermano
Significativa parcela de americanos quer a volta do deputado Hermano Morais à presidência do time. Entre eles, o atual presidente José Rocha. Hermano teve uma boa passagem pelo clube quando foi presidente.

Organização do PRONA
Roberto Ronconi, que recentemente assumiu a presidência do PRONA no Estado, afirma que o partido do folclórico ex-deputado Eneias participará do pleito do próximo ano apresentando candidatos a governador, senador e deputado. O slogan do provável candidato poderá ser “Meu nome é Ronconi”.

Politicamente incorreto
Presentear as mães com eletrodomésticos.

feriados brasil
Feriados: Ócio e prejuízo no Brasil

O grande número de feriados está parando o Brasil e, consequentemente, prejudicando a atividade econômica nesse momento de recessão e desemprego alto quando os esforços deveriam ser direcionados para a retomada do desenvolvimento através da participação efetiva de todos os brasileiros.

Mas o que vemos é o contrário: com as pessoas aplaudindo porque ficam em casa comemorando mais um dia de ócio sem trabalhar e sem produzir. O governo tem que dar um basta nessa situação reduzindo o número de feriados a datas significativas que estão no calendário nacional. Descobrimento do Brasil, Proclamação da República, Independência do Brasil, são alguns deles.

A Igreja Católica também contribui para essa anomalia da vida nacional instituindo feriados os mais inoportunos possíveis e imagináveis. Veja-se por exemplo o caso do Rio Grande do Norte que no governo Wilma de Faria inventaram um tal de Dia dos Mártires de Cunhaú. Todo respeito a quem defende, mas a iniciativa foi simplesmente para fazer média com a igreja.

Alguém já disse que o Brasil é o país da malandragem e isso se verifica em todos os setores de atividade da sociedade brasileira. As pessoas, regra geral, não respeitam o direito dos outros e quer levar vantagem em tudo. No trânsito, na fila de bancos, nos supermercados e feiras-livres. É uma guerra permanente, as vezes de arma em punho. Um contingente enorme de preguiçosos e fraudadores está no nosso dia a dia. Falam do comportamento pouco republicano da classe políticas, mas muitos se estivessem lá fariam a mesma coisa. É a cultura do falso moralismo, também.

O Brasil precisa passar por um processo de profunda transformação para retomar o caminho da ética e do desenvolvimento e melhorar a vida das pessoas. É preciso estimular a educação e em decorrência o exercício de cidadania que se encontra em baixa. É necessário ter-se o respeito mútuo, a solidariedade e o desejo de contribuir para um Brasil com mais justiça social.

LEITURA RÁPIDA
Malandragem e libertinagem
A justiça tem que coibir com rigor abusos praticados por supostos manifestantes que vão as ruas tirar o sossego dos outros. Muitos reclamam de perda de direitos através das reformas, mas esses mesmos cerceiam o direito de ir e vir dos verdadeiros trabalhadores quando obstruem vias públicas e queimam pneus impedindo que pessoas cheguem ao trabalho. O que está acontecendo nos protestos são atos de vandalismo que precisam ser coibidos com veemência. O Brasil, que é considerado o País da malandragem virou também o País da libertinagem.

Estratégia da Lava-Jato
O adiamento do depoimento do ex-presidente Lula da Silva ao juiz Sérgio Moro foi uma estratégia da operação Lava-Jato para evitar a presença de bagunceiros em Curitiba. Manifestantes já tinham comprado passagem para o dia marcado e com a decisão de adiar ficaram atordoados. Complicaram a vida da turma do barulho.

Rebeldes da base aliada
O governo iniciou o processo de articulação para votação e aprovação da Reforma Previdenciária, a mais polêmica em tramitação no Congresso Nacional. A expectativa é de muito trabalho, principalmente junto aos rebeldes da base aliada que insistem no expediente do toma-lá-dá-cá.

Prédios abandonados
Leitor da coluna telefona para sugerir ao prefeito e Natal Carlos Eduardo e ao governador Robinson Faria que sejam utilizados prédios públicos abandonados, que segundo constatam são inúmeros, tanto no âmbito da administração municipal quanto estadual. Lembra que se isso fosse estimulado e posto em prática proporcionaria uma enorme economia com aluguel. Cita prédios como a sede antiga do Detran no Alecrim, do Meios no centro da cidade, do IPE também no centro, entre outros.

Seca novamente
Além da crise financeira e da insegurança pública o governador Robinson Faria terá que administrar mais um ano de seca no Rio Grande do Norte. O inverno não repôs a água nos reservatórios e não houve safra de alimentos. Em alguns municípios melhorou apenas o pasto para os rebanhos.

Alternativa principal
Os governos têm que se conscientizar que a solução definitiva para o problema da seca no Nordeste é a água do mar através de um projeto eficiente de dessalinização como se faz em outros Países que enfrentam o mesmo problema. Está provado que a construção de grandes reservatórios não resolve a situação.

Cidadão natalense
O comandante-geral da Polícia Militar coronel André Azevedo é o novo Cidadão Natalense. Proposição do vereador Raniere Barbosa.

Ex-atletas
Uma sessão solene na Câmara Municipal de Natal no próximo dia 11 ás 18:30 homenageará ex-atletas profissionais de futebol. Proposição do vereador Preto Aquino, do PEN.

temer lula aécio
O Brasil precisa de um pacto nacional para sobreviver

As movimentações de rua são absolutamente legítimas numa democracia, desde que feitas com responsabilidade e ordem, respeitando os contrários, o direito de ir e vir e a livre opinião. E isso é o que se espera que aconteça amanhã quando adversários das reformas estruturantes que o Brasil precisa estarão protestando através de palavras de ordem e faixas de fora Temer. Os protestos, na verdade terão como objetivo fragilizar o atual governo que consideram “golpista” e “ilegítimo”, mesmo com o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff tendo cumprido todos os rituais, normas e leis estabelecidos pela Constituição Brasileira. Espera-se que os protestos de amanhã sejam pacíficos e dentro da normalidade, e que grupos radicais de oposição não ultrapassem os limites da tolerância.

Todos sabem que o Brasil vive uma situação difícil em razão de desmandos e incompetência administrativa verificados em vários governos, mas foi nos últimos 10 anos que houve um recrudescimento da crise culminando com recessão e desemprego. O atual governo tenta resolver com medidas traumáticas, impopulares, mas necessárias para colocar o País no rumo do desenvolvimento. Evidente que existem distorções que devem ser corrigidas e para que isso ocorra é preciso dialogar. O atual governo tem dado demonstração de que está disposto a isso procurando conversar com integrantes do Congresso Nacional e diversos segmentos da sociedade.

Chegou o momento das pessoas renunciarem a projetos de ordem pessoal, vaidades, ideologias e o radicalismo doentio para pensar no Brasil. O País precisa de um pacto nacional para sobreviver.

LEITURA RÁPIDA

+ O empresário Flávio Rocha não confirma uma possível candidatura nas eleições do próximo ano, mas deixa dúvidas ao afirmar que pretende ampliar sua ajuda ao Rio Grande do Norte. Demonstrando competência e conhecimento dos problemas nacionais e do Estado, também, Flávio elogiou a atividade política, mesmo entendendo que existem equívocos e distorções que devem ser corrigidos. Deputado federal em 2 mandatos, Flávio Rocha filiou-se recentemente ao Partido Novo, sigla que ele acredita diferente no atual contexto da política nacional. O empresário foi entrevistado no programa “Repórter 98” apresentado pelos jornalistas Felinto Rodrigues e Jean Valério na última terça-feira.

+ Na secretaria Estadual de Tributação não tem crise. Um leitor informa que recentemente compraram 6 televisores de 60 polegadas por 30 mil reais. Certamente vai ajudar na fiscalização e consequentemente aumentar a arrecadação.

+ Roberto Ronconi está reestruturando o PRONA no Rio Grande do Norte com abertura de novos diretórios em vários municípios do Estado começando por Natal que terá Tadeu Arruda como presidente. O partido está presente em Parnamirim, Caicó, Monte Alegre, São José de Mipibu, Nova Cruz e Natal. O projeto do PRONA é ter candidatura própria a governador, senador, deputado federal e deputado estadual nas eleições do próximo ano.

+ Professor Robério Paulino, que foi candidato a prefeito de Natal nas últimas eleições, está apresentando o programa “Desenvolvimento em Debate” através da TV Metropolitano (Cabo), todos os domingos a partir das 9 h.

+ O Brasil não suporta esse grande número de feriados. O País para a atividade econômica e os prejuízos são enormes. O Governo Federal examina a possibilidade de diminuí-los.

+ Sandro Pimentel, vereador do Psol, está solicitando à Polícia Federal e a ANAC o roteiro da viagem do prefeito Carlos Eduardo e do vice Álvaro Dias ao exterior na Semana Santa. Vereadores de oposição acreditam que houve crime de responsabilidade porque o prefeito não transmitiu o cargo deixando a cidade acéfala.

+ Frase: “O mundo moderno não consegue conciliar liberdade e igualdade”. Publicada no livro “Uma breve história da humanidade”.

João Dória surge como alternativa do PSDB para disputar a presidência do Brasil

O prefeito de São Paulo João Dória poderá ser a alternativa do PSDB para disputar a presidência da República na eleição do próximo ano. Existem outros nomes pré-candidatos dentro do partido, mas todos contaminados pelo vírus da Lava-Jato, inclusive o governador Geraldo Alckmin, que está sendo investigado e teve seu nome citado como recebedor de dinheiro não contabilizado. Falta, entretanto, esclarecer se os recursos recebidos por Alckmin foram legais ou não. O governador paulista tem demonstrado ao longo da sua vida pública ser um político sério, até prova em contrário.

***

Outro que pretende disputar o cargo presidencial é o senador Aécio Neves, mas parece que o tempo dele passou em razão do envolvimento do nome do neto de Tancredo Noves em fatos pouco republicanos. José Serra, que era também uma referência na “fauna tucana” caiu em desgraça com seu nome supostamente envolvido no recebimento de dinheiro, irregularmente. Estes são, portanto, os líderes do PSDB que desejam disputar o cargo de presidente da República nesse momento conturbado da vida pública nacional. E é nesse ambiente que surge o midiático João Dória, um empresário que pode fazer a diferença por se tratar de alguém de fora do espectro da política tradicional.

***

Dória já deu sua primeira demonstração de força ao eleger-se prefeito de São Paulo, surpreendentemente. Realiza uma gestão moderna e inovadora, e tem na comunicação seu forte para chegar ao público eleitor. Tem adotado métodos novos de conduta que está revolucionando a administração municipal e agradando a população. João Dória, que é uma versão moderna de Jânio Quadros, poderá ser novamente a surpresa no pleito de 2018, elegendo-se presidente da República Federativa do Brasil.

Leitura rápida

Retorno a Natal

+ A vereadora Wilma de Faria tem previsão de retornar a Natal na próxima quinta-feira. Ela se encontra em São Paulo realizando tratamento de saúde no Hospital da Beneficência Portuguesa há aproximadamente 15 dias. A ex-governadora deverá reassumir imediatamente sua cadeira na Câmara Municipal de Natal.

Matéria polêmica

+ O pedido de autorização para retirada do dinheiro do Fundo Previdenciário por parte do Poder Executivo Municipal voltará a ser debatido na Câmara Municipal a partir de amanhã. A expectativa é que vereadores de oposição e situação continuem se digladiando como ocorreu nas últimas sessões. Cícero Martins e Fernando Lucena foram os mais exaltados.

Matéria polêmica II

+ Vereadores governistas afirmam que se a matéria não for aprovada prejudicará o pagamento de aposentados e pensionistas da prefeitura, enquanto a oposição defende que haja uma discussão mais aprofundada para que não aconteçam equívocos na aprovação da matéria em regime de urgência.

Ponto de vista

+ O programa “Ponto de Vista” apresentado por Nelson Freire na TV Bandeirantes completa 6 anos no ar. Haverá comemoração amanhã a partir das 18 horas nos jardins da emissora em Candelária.

Terminal Pesqueiro

+ O subsecretário de Pesca e Aquicultura Antônio Cortez informa que o Terminal Pesqueiro de Natal está com 95 por cento da obra concluídos. Espera que devido a burocracia não aconteça solução de continuidade e o terminal esteja concluído o mais breve possível, já que é uma obra importantíssima para a modernização do setor pesqueiro.

Constatação

+ O vereador Ney Lopes Jr. atual líder do prefeito Carlos Eduardo na Câmara Municipal de Natal tem realizado um mandato itinerante para conhecer os principais problemas de Natal. Constatou que o desemprego está em primeiro lugar. Disse que vem mantendo entendimento com instituições internacionais para troca de experiências e buscar parcerias, principalmente no setor turístico em razão do grande potencial que tem a capital potiguar e da sua posição geográfica estratégica, na condição de cidade mais próxima da Europa.

Frase

Do prefeito de São Paulo João Dória, sobre Ciro Gomes: “é perda de tempo tratar com pessoa dominada pela instabilidade emocional e pelo desequilíbrio político”.