sábado, 27 de maio de 2017
Sucessão
Redes 5G serão destaque em feira de tecnologia de Las Vegas
Mais rápido e com menor consumo de energia, o 5G é considerado vital para o desenvolvimento de áreas como Internet das Coisas e casas conectadas
Ilustração
5G: o padrão de conectividade móvel que deve substituir o 4G em alguns anos

Um dos maiores eventos de tecnologia do mundo, a Consumer Electronics Show (CES) chega à sua 50ª edição em 2017. Realizada anualmente em Las Vegas, nos Estados Unidos, a feira serve como um termômetro das novidades do mundo da tecnologia e tem a presença de grandes empresas, como Samsung, LG, Intel e Sony.

Oficialmente, a CES só começa na quinta-feira, 5; no entanto, a partir desta quarta-feira, 4, as empresas de tecnologia vão realizar suas coletivas de imprensa, para anunciar as novidades que estarão exibidas no chão da feira do Las Vegas Convention Center e de hotéis da cidade.

Ao todo, a feira deverá ter cerca de 240 mil metros quadrados de estandes de exibição.

Continuidade

Em 2017, a feira deve dar continuidade ao que foi visto no ano passado, com novidades nas áreas de televisores, casas conectadas, dispositivos vestíveis, celulares e Pcs.

Principal área na CES 2016, o setor automotivo deverá ter grande destaque na feira deste ano. Já estão previstas conferências de empresas como Fiat Chrysler, Toyota e Hyundai, que devem trazer novidades sobre seus modelos de veículos sem motoristas. Mesmo sem ter uma coletiva agendada, a Ford já prometeu apresentar uma nova versão autônoma do Fusion.

Outra questão que deve marcar as discussões desse ano na CES é a de redes 5G – padrão de conectividade móvel que deve substituir o 4G em alguns anos.

Mais rápido e com menor consumo de energia, o 5G é considerado por especialistas do setor como uma tecnologia vital para o desenvolvimento de áreas como Internet das Coisas e casas conectadas.

A tecnologia do 5G também será um dos principais temas da apresentação de Steven Mollenkopf, presidente executivo da Qualcomm, que dará uma das palestras principais da CES neste ano.

Mesmo sem ter uma apresentação oficial ou estande na CES, a Amazon deve ser um dos grandes destaques do evento neste ano, graças ao Amazon Echo, sua central de casa conectada que vendeu cerca de 5 milhões de unidades em 2016.

A expectativa de analistas é que inúmeros fabricantes estejam prontos para anunciar produtos integrados ao sistema da Amazon.

Além de ser um grande espaço para empresas e startups norte-americanas, a CES tem se tornado cada vez mais um loca de exibição para empresas chinesas.

Segundo dados da CTA, organização que cuida da feira, em 2017 haverá mais de 1,3 mil empresas chinesas no evento – entre elas, estreantes como o Baidu.

 

 

Fonte: Estadão