quinta,
Inferno
Homem processa aplicativo de paquera gay por motivo inusitado
Ator americano foi perseguido por mais de 1 000 homens desde outubro do ano passado
Reprodução
O homem diz viver constantemente em estado de alerta

Há seis meses, a vida do americano Mattew Herrick, de 32 anos, tem sido um verdadeiro transtorno. Desde outubro do ano passado, diariamente pelo menos 16 rapazes o procuram em casa ou no trabalho em busca de sexo.  A culpa dessa histeria seria do aplicativo Grindr – dedicado a homens gays e bissexuais.

Segundo levantamento de Herrick, ele já foi abordado por mais de 1 100 homens diferentes.

Toda essa história é parte de uma vingança arquitetada por um ex-namorado do rapaz, que ele conheceu no mesmo aplicativo em 2015. Furioso com o término, o ex criou uma página para o rapaz com fotos e informações pessoais, como endereço de casa e do trabalho. Além de deixar mensagens pedindo para que os usuários o persigam.

O rapaz já fez cerca de 50 denúncias para o aplicativo e mais 14 para a polícia local. Em um dos episódios, um usuário do app teria agredido o colega de quarto do ator quando ele pediu que saísse de lá.

Desde então, o homem diz viver constantemente em estado de alerta e com medo que algo ruim aconteça com ele.

e686358

 

Fonte: Daily Mail