Novidade
Conheça o Nokia X6, primeiro celular da marca com o recorte na tela
Em relação à resistência, o celular possui revestimento de vidro Gorilla Glass de terceira geração
Ilustração
Smartphone intermediário tem câmera dupla com inteligência artificial.

Lançado pela Nokia na última quarta-feira (16), o Nokia X6 é um celular de ficha técnica modesta que leva o polêmico recorte no topo da tela para o segmento de smartphones intermediários. O telefone se destaca por trazer câmera dupla com inteligência artificial, que promete fotos melhores e com efeitos profissionais.

Segundo a Nokia, o X6 começou a ser comercializado nessa segunda-feira (21) no mercado chinês por preços de 1.299 e 1.699 yuans (R$ 750 e R$ 985 em conversão direta), de acordo com a versão. Não há informações sobre o lançamento ou do Nokia X6 no Brasil.

Tela e design

O Nokia X6 encontrará um celular tem visual mais alongado devido à tela de 5,8 polegadas no formato 19:9. A resolução é Full HD+ (2280 x 1080 pixels) e tecnologia utilizada é a LCD – associada a níveis de contraste menores e a cores menos vibrantes, mas mais precisas, do que o OLED. A densidade de pixels é de 435 ppi – o que indica que o X6 deve entregar imagens nítidas, com riqueza de detalhes.

Como dito anteriormente, no topo do display, é possível ver o recorte emprestado de aparelhos como o iPhone X, Zenfone 5 e LG G7. Composto de metal e vidro, o X6 tem opções nas cores preta, azul e prata.

Em relação à resistência, o celular possui revestimento de vidro Gorilla Glass de terceira geração. É bom mencionar que, atualmente, a Corning disponibiliza a quinta geração do vidro resistente, usado em aparelhos como o LG G7, Galaxy S9 e outros. Na teoria, isso pode significar que o Nokia X6 é menos resistente contra impactos e sobretudo ação de superfícies pontiagudas, como chaves e moedas no seu bolso.

Importante também destacar que não constam informações referentes a qualquer tipo de proteção contra água no celular. Como fabricantes, em geral, gostam de destacar que seus lançamentos sobrevivem a submersão, a omissão da Nokia pode apontar para que o X6 não seja capaz de resistir a acidentes com piscinas e cachoeiras.

Desempenho

O Nokia X6 tem especificações intermediárias também no que diz respeito ao conjunto formado por processador e memória RAM. A fabricante optou por embarcar o Snapdragon 636 da Qualcomm. Dotado de 8 núcleos, esse processador pode atingir até 1,8 GHz em todos eles. O processamento gráfico fica ao cargo da Adreno 509, GPU da Qualcomm que fica um degrau abaixo da Adreno 510, modelo mais avançado atualmente.

As opções de memória RAM são de 4 GB ou 6 GB. Em qualquer um dos casos, trata-se de uma boa quantidade, já que mesmo alguns aparelhos mais badalados e caros do mercado – como o Galaxy S9 – chegam ao usuário com 4 GB.

 

 

Fonte: TechTudo