quarta, 26 de abril de 2017
Deliciosa
Troque o pão pela tapioca no café da manhã (e não sinta fome!)
O ideal é colocar duas colheres de sopa pra fazer uma tapioca bem fininha e crocante
ytjrtyry
Divulgação
A sacada é comprar a goma de tapioca pronta

Esses modismos por aí fazem com que a gente coma sei lá o que porque algum famoso tá comendo. Assim, não curto. E lá venho eu falar de tapioca… Vixe. Bem, eu conheci a tapioca numa praia do Nordeste cinco mil anos atrás. E a que comi era um heresia a qualquer tipo de dieta: tinha leite condensado e coco ralado espalhados com fartura de vó. Hoje, veja só, depois dos 40 anos, não dá pra meter pra dentro uma tapioca assim rechonchuda logo cedo. Mas dá sim pra ter a versão light dessa comida tipicamente nordestina e fazer um café da manhã extremamente saudável.

Até porque minha nutricionista já me explicou (e me convenceu) que a tapioca é mais saudável que o pão – não tem glúten que agora se tornou o vilão do universo. (Parênteses: sem neura gente, ninguém vai morrer se comer pão. A questão é que, se você estiver de dieta ou se cuidando, é ideal que substitua a farinha branca, uma vez que o glúten presente nela contém duas substâncias – gliadina e glutenina. Essa duplinha, veja só, têm função de esticar a massa, só que, no organismo, colabora para o aumento da inflamação do organismo e aumento da gordura abdominal.)

Mas o melhor não é isso. Eu só troquei o pão pela tapioca porque dá mais saciedade, fazendo com que eu segure a onda até a hora do almoço sem querer devorar um elefante. Só que, cuidado, não é pra fazer uma tapioca tamanho família. Uma amiga disse que não emagrecia, depois soube que usa uma xícara. Não. O ideal é colocar duas colheres de sopa pra fazer uma tapioca bem fininha e crocante. Dá mais ou menos umas 70 calorias. A sacada é comprar a goma de tapioca pronta. Eu curto das marcas, a Akio e a da Terrinha. Tem pra vender em qualquer supermercado e também em lojas especializadas.

E coloca o que dentro? Não, não vai ser leite condensado. Três alternativas. Mas antes quero dar essa dica: em todas as opções eu coloco chia. Que é aquela sementinha preta com gosto de nada e que serve pra que? Ah, chia é rica em fibras (coisa que a tapioca não é, então ajuda a garantir um bom trânsito intestinal) e também a diminuir o índice glicêmico no sangue. Na prática: índice glicêmico baixo melhora nos níveis de colesterol e triglicerídios, e também diminui a sensação de fome.

Três tipos de recheio:

Tapioca com chia, cottage e mel

O que vai:

  • 2 col. de sopa de farinha de tapioca (goma de mandioca hidratada)
  • 1 col. de sopa de semente de chia
  • 2 col. de sopa de queijo cottage
  • 1 col. de sopa de mel

Como faz:

Misture a farinha de tapioca e a chia e coloque a mistura em uma frigideira bem quente. Aqui rola ter uma paciência pra deixar a tapioca grudar. Vire. Coloca o recheio, dobre e tá pronto.

Tapioca com queijo minas, tomate e orégano

O que vai:

  • 2 col. de sopa de farinha de tapioca (goma de mandioca hidratada)
  • 2 col. de sopa de queijo minas picadinho
  • meio tomate picadinho
  • orégano à vontade (pode substituir por manjericão)

Como faz:

Coloque a farinha de tapioca em uma frigideira bem quente. Deixe grudar bem, vire. Acrescente o queijo minas, tomate e orégano, dobre ao meio e sirva.

Tapioca com chia, banana e canela

O que vai:

  • 2 col. de sopa de farinha de tapioca (goma de mandioca hidratada)
  • 1 col. de sopa de chia
  • 1 banana amassada
  • 1 col. de chá de canela

Como faz:

Misture a farinha de tapioca e a chia. Coloque o mix em uma frigideira bem quente (sem untar). Tenha paciência, deixe grudar e vire. Acrescente a banana e a canela, feche e sirva.

 

 

Fonte: Veja