sexta,
Das estrelas
O sanduíche que fazia Elvis perder a cabeça, e outros clássicos com pão
Homenageamos quatro célebres lanches servidos com uma saborosa guarnição de curiosidades. Um deles é vendido num estabelecimento de NY que já recebeu quatro presidentes norte-americanos
O sanduíche que fazia Elvis perder a cabeça, e outros clássicos com pão
GETTY IMAGES
Elvis Presley

É bom comer com a mesa posta, de garfo e faca. Mas, às vezes, o corpo e/ou as circunstâncias imploram por um bom sanduíche, uma refeição contundente e simples de preparar, que admite quase todas as combinações que a imaginação permitir. Imaginativa é, certamente, a sua origem: surgiu da necessidade de um ludopata britânico do século XVIII, John Montagu, o IV Conde de Sandwich, que, esfomeado após muitas horas numa mesa de jogo que não cogitava abandonar, pediu ao seu criado que lhe preparasse algo fácil de comer e que não ocupasse suas mãos.

Aqui selecionamos quatro com status de clássicos, recriando-os com a colaboração de Raúl Martín, cujo restaurante, o Crumb, serve os melhores sanduíches de Madri. Lá, as receitas originais são reinterpretadas até se transformarem em autênticas proezas gastronômicas, mas que cada um aproveite as ideias e se vire com o que tiver à mão.

 

Orgásmico!

Sanduíche de pastrami do Katz’s

sand1Assim é descrito o sanduíche desta delicatessen judaica no Lower East Side de Manhattan, famoso também por ser o cenário onde Meg Ryan conquistou o mundo fingindo uma petite morte em Harry e Sally – Feitos Um Para o Outro. No Katz’s – que foi fundado e 1888 e onde quatro presidentes norte-americanos já comeram – é possível esbarrar em clientes habituais como Barbra Streisand, Ben Stiller e Bruce Willis.

Versão Tentações

Base de mousse de cogumelos e foie; salada de rúcula; rosbife de alcatra com um toque de mel e canela; maionese de mostarda e tomilho. Diz Raúl: “Na falta de pastrami, o rosbife é o ideal”.

 

Desgraçado!

Sanduíche cubano

sand2Em Cuba, onde este recomendabilíssimo sanduíche tem sua gênese, ele se chama simplesmente… sanduíche. Foi na vizinha Flórida que incorporou o adjetivo pátrio, quando os que fugiram da ilha ao final da festa o adaptaram e o definiram segundo os costumes locais. O cubano era o favorito de Meyer Lansky, mafioso que comandou todas as atividades ilegais durante o regime de Batista. Costumava pedi-lo no café Wolfie’s, em Miami, e a cada mordida provavelmente sentia saudades dos good old days que a revolução castrista encerrou.

Versão Tentações

Mostarda artesanal; pera tostada com manteiga de pimenta jalapenho; presunto glaceado com ervas e cítricos; picles caseiro de pepino curtido com cúrcuma; queijo suíço. Diz Raúl: “É fundamental fazer seus próprios molhos”.

 

Excessivo!

O sanduba do Elvis

sand3Uma dieta baseada na ingestão maciça e descontrolada de estimulantes e opiáceos merecia um lanche à altura. Não à toa, o sanduíche favorito de Elvis Presley – que certa vez viajou de madrugada de Memphis a Denver com seu avião particular apenas para comer um determinado sanduíche, pois para isso era O Rei – é uma bomba calórica de banana, manteiga de amendoim e uma generosa porção de bacon.

Versão Tentações

Creme de amendoim modificado com especiarias e pimenta doce; figos verdes; mel; bacon defumado com madeira do Jack Daniel’s. Diz Raúl: “Trocamos a banana pelo figo e o espevitamos ligeiramente com a pimenta.”

Régio!

Club sandwich

sand4Dizem que esse sanduíche de três andares e montagem triangular característica – é o lanche estrela dos serviços de quarto de hotéis do mundo todo – foi inventado em 1894 no Saratoga Club House de Saratoga Springs (Nova York), um cassino clandestino frequentado exclusivamente por homens. O que é certeza é que era o preferido de Edward VIII, rei da Inglaterra, e da sua cônjuge Wallis Simpson, que se gabava do primor da sua receita.

Versão Tentações

Primeiro andar: base de maionese com alho e óleo; alface; bacon caramelizado; tomate confitado. Segundo andar: maionese de alho e óleo; alface; frango à provençal, ovo frio e trufata. Diz Raúl: “Gourmetizamos o clássico com o bacon e o ovo”.