Publicidade
Pós-jogo
Ranielle lamenta erros em Recife e quer vencer Estadual para apagar má impressão
Alvinegro foi eliminado da Copa do Brasil após revés de 3 a 0 para o Santa Cruz-PE e agora muda a chave para as finais do Campeonato Potiguar, contra o América
José Aldenir / Agora RN
Ranielle Ribeiro, treinador do ABC

A caminhada do ABC na Copa do Brasil 2019 terminou nesta quarta-feira, 10. Jogando no Estádio Arruda, na cidade de Recife (PE), em confronto de volta da 3ª fase da Copa do Brasil, o Alvinegro foi derrotado pelo Santa Cruz/PE por 3 a 0 e se despediu da competição. Na primeira partida, realizada no Frasqueirão, o Alvinegro havia vencido por 1 a 0, fechando o placar agregado em 3 a 1 para o Tricolor pernambucano. Logo após a partida, o técnico Ranielle Ribeiro analisou o jogo.

“O Santa Cruz criou uma imposição muito grande, mas essa imposição, até os 41 minutos do primeiro tempo, não foi convertida em gol, em relação ao desenvolvimento do jogo. Tomamos três gos de bola parada. Se conseguíssemos converter as chances criadas, principalmente no segundo tempo, podia ter mudado o panorama do jogo. Mudamos a escalação em relação ao primeiro jogo e não entramos recuados. Entramos mais fortes defensivamente, pois sabíamos da pressão que o Santa Cruz ia exercer. Infelizmente, a estratégia traçada não teve a eficácia esperada”, lamentou.

Fora da disputa, o comandante destacou a importância que a decisão do Campeonato Potiguar ganhou a partir de agora. “Para apagar um resultado como esse, uma desclassificação como essa, só um título. Vamos correr atrás disso, já que temos essa condição de fazer dois jogos contra o nosso grande rival e nesses dois jogos tentar a conquista. Esse é o nosso propósito, o nosso foco agora, buscar esse título para dar confiança para a sequência da temporada”, ressaltou Ranielle.

O ABC agora aguarda a definição da Federação Norte-Riograndense de Futebol (FNF) em relação aos dois compromissos da final. Ainda não se sabe se os duelos serão disputados nos dois próximos domingos ou nas duas próximas quarta-feiras. A Federação deverá emitir um posicionamento até, no máximo, esta sexta-feira, 12.

Publicidade
Publicidade