Publicidade
Tragédia no CT
Sobrevivente lamenta ‘não ter conseguido tirar todos’ seus colegas do CT
Meia Felipe Cardoso usou suas redes sociais para se manifestar sobre a tragédia
Reprodução / Instagram
Felipe Cardoso, sobrevivente da tragédia no CT do Flamengo

Além dos jogadores e dos clubes, uma outra publicação tem chamado a atenção nas redes sociais. Felipe Cardoso tem 15 anos e é um dos atletas da base do Flamengo que treinam justamente na parte do Ninho do Urubu que foi atingida na madrugada desta sexta-feira por um incêndio de grandes proporções.

O meia estava no CT do clube rubro-negro quando o fogo começou, por volta da 5h da manhã. A informação foi dada pelo jogador sub-17 ao site Coluna do Flamengo. Nas redes sociais, o jogador ex-Santos acertou sua contratação com o clube na semana passada. O adolescente afirmou estar se sentindo “acabado” por não ter “conseguido tirar todos” os colegas do local. Segundo o Corpo de Bombeiros, dez pessoas morreram e outras três ficaram feridas. “Vocês nunca serão esquecidos, meus irmãos”, dizia o restante da postagem que foi posteriormente deletada.

“Estou bem, por pouco não estaria vivo, Deus é maravilhoso. Luto eterno. Só quero esquecer as cenas”, lamentou o sobrevivente em seu perfil no Instagram em uma segunda publicação feita. Três dias atrás, o jovem comemorou na mesma rede social sua chegada ao Flamengo.

“Hoje inicia uma nova página em minha história, queria agradecer à minha família, à empresa e ao Flamengo pela confiança, feliz em poder fazer parte do maior do Brasil. Que Deus abençoe mais uma temporada”, escreveu na legenda de uma foto tirada em frente ao CT do clube rubro-negro quando foi contratado.

Felipe Cardoso
Felipe Cardoso
Felipe Cardoso
Publicidade
Publicidade