Publicidade
Senadores ameaçam cartolas contra virada de mesa na CBF

Os senadores da CPI do Futebol reprovaram a decisão da CBF de articular a mudança na sucessão do presidente Marco Polo Del Nero.

A entidade convocou os 27 presidentes de federações para uma assembleia na próxima semana com intenção de alterar critérios de sucessão.

A confederação quer impedir que o catarinense Delfim Peixoto, 74, primeiro na linha sucessória, assuma o poder caso Del Nero renuncie.

A relação entre os dois dirigentes não é boa.

Em retaliação, o senador Zezé Perrela (PDT-MG) disse que vai convocar para depor na CPI os dirigentes que acatarem a proposta da CBF.

“Eles podem mexer no estatuto e dar esse golpe. Mas, se fizerem isso, serão chamados para depor na CPI. Vamos olhar as contas das federações e saber deles o motivo para se manter esse esquema corrompido”, afirmou.

Desde a semana passada, o ex-presidente José Maria Marin está preso na Suíça acusado de receber propina na venda de direitos de torneios no Brasil e no exterior. Principal executivo da gestão Marin, Del Nero, que assumiu a CBF em abril, é suspeito de participar do esquema.

Publicidade
Publicidade