Estadual 2018
“Nossa primeira meta é fugir do rebaixamento”, diz Tonet, do Santa Cruz de Natal
Treinador concedeu entrevista rápida ao Agora RN e destacou que clube terá, como primeira meta, fugir da parte de baixo da tabela; conseguindo, irá alcar voos maiores
Fernando Tonet, técnico do Santa Cruz de Natal
Diego Simonetti
Fernando Tonet, técnico do Santa Cruz de Natal

Na semana que antecede o início do Campeonato Potiguar de 2018, o jornal Agora RN publica entrevistas rápidas feitas com os treinadores dos oito clubes do Rio Grande do Norte que disputarão a primeira divisão neste ano. Nesta publicação, a entrevista com o técnico do Santa Cruz de Natal, Fernando Tonet.

Confira:

Como foi a preparação?
Tivemos pouco mais de 30 dias de pré-temporada e posso afirmar que tudo correu dentro do planejado. Conseguimos executar o que foi programado e isso é importante para nossas pretensões, até porque atingimos um primeiro objetivo de fazer uma boa preparação na pré-temporada. Tudo que foi planejado, conseguimos executar.

Quais os objetivos do clube neste ano?
Se partir do princípio que no ano passado o time brigou para não cair, é lógico que a primeira meta é não ficar próximo dessa zona de novo. Esse seria nosso primeiro objetivo. Conseguindo isso, vamos pensar coisas melhores. Pontuar sempre, ficar entre os primeiros colocados. O segundo objetivo seria brigar na parte de cima da tabela.

Como encarou as dificuldades financeiras do clube?
Eu vim para o Santa Cruz sabendo da realidade financiera da equipe. Em hipótese nenhuma posso utilziar isso como argumento caso ocorram resultados ruins ao longo do Campeonato. Apesar de ter uma folha baixa, temos que montar um time competitivo. Foi pra isso que eu vim: montar um bom elenco e brigar por coisas maiores no Estadual.

Como o torcedor pode esperar ver o Santa na estreia diante do ABC?
Uma equipe bem organizada taticamente, disposta a brigar pelo resultado não só nesse, mas em todos os jogos; tendo como base um time muito sólido na parte defensiva, mas com qualidade para explorar também a parte ofensiva de modo que consigamos vencer os adversários.