Publicidade
Prevenção
MP dá 10 dias para ABC apresentar relatório sobre estrutura do Frasqueirão
Alvinegro realiza troca da estrutura há cerca de dois meses; órgão fiscalizador quer relatório para saber andamento das obras, mas o clube disse ainda não ter sido notificado
José Aldenir / Agora RN
Cobertura metálica do Frasqueirão está passando por uma substituição

O Ministério Público do Rio Grande do Norte instaurou inquérito civil na última sexta-feira, 8, para apurar as atuais condições da estrutura metálica do estádio Frasqueirão, situado em Natal, e que abriga os jogos do ABC desde 2006, quando foi oficialmente inaugurado. A intenção é evitar problemas futuros.

Em texto publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), a 24ª Promotoria de Justiça da Comarca de Natal deu ao clube o prazo de 10 dias úteis para que apresente informações sobre as condições atuais da estrutura metálica de sua praça. O Alvinegro já realiza, há cerca de dois meses, a troca da cobertura do Módulo I do estádio.

Em contato com a reportagem do Agora RN, o assessor da presidência do clube Alvinegro, Roberto Cabral, revelou que os reparos na estrutura do estádio Maria Lamas Farache estão sendo feitos, gradativamente, desde o início deste ano, quando um laudo do Corpo de Bombeiros apontou diversas necessidades.

De lá pra cá, já foram realizados serviços nos banheiros, na instalação elétrica e na rede de abastecimento de gás. A estrutura de prevenção e combate a incêndios também passa por manutenção. “Estamos com uma tubulação de gás nova, toda revisada. E, para completar, chamamos um técnico especializado em ar condicionado para fazer reparos”, revelou.

As intervenções no Frasqueirão custarão, ao final, cerca de R$ 600 mil. Todas as providências do clube foram tomadas ainda no início deste ano após o laudo do Corpo de Bombeiros. Sobre o inquérito civil aberto na última sexta-feira, 8, Roberto Cabral disse que o ABC ainda não foi notificado, mas está a disposição para apresentar o relatório das obras.

Arena das Dunas
No inquérito civil aberto pelo Ministério Público, a Arena das Dunas também é citada. No entanto, através de sua assessoria de imprensa, a praça disse que já havia apresentado anteriormente o relatório da sua estrutura metálica ao Corpo de Bombeiros, dando baixa previamente na solicitação do Ministério Público.

Publicidade
Publicidade