Jogão
Liga dos Campeões: Cristiano Ronaldo brilha e Real vence o PSG
Mesmo sem uma atuação brilhante, o craque português marcou dois dos três gols do time espanhol, que ficou em vantagem no mata-mata
Sergio Perez/Reuters
O Real Madrid começou a partido em ritmo de pressão total

Cristiano Ronaldo levou a melhor no primeiro grande duelo com Neymar e o Real Madrid saiu na frente do PSG pela partida de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões. De virada, o atual bicampeão europeu abriu uma boa vantagem ao vencer o time francês por 3 a 1. Agora, chega com vantagem de perder por até um gol de diferença no jogo de volta, dia 6 de março, em Paris.

O Real Madrid começou a partido em ritmo de pressão total. Nos primeiros cinco minutos, os espanhois praticamente não deixavam o PSG sair de seu campo. Quando conseguia, a bola parava nos pés de Neymar que sofria uma forte marcação da zaga do Real. O astro brasileiro, o mais acionado nas poucas ações ofensivas do time francês conseguia fazer, começou atuando pelo lado esquerdo e na tentativa de matar uma jogada, fez uma falta mais dura e levou um amarelo, com menos de 15 minutos de partida.

Com o ímpeto do Real controlado, a partida passou a ficar mais disputada, com divididas mais duras. Aos 25, um erro na saída de bola do PSG acabou se transformando em uma falta perigosa na entrada da área. No primeiro lance em que efetivamente apareceu no jogo, Cristiano Ronaldo bateu forte por cima do gol.

Dois minutos depois, o português perdeu a primeira grande chance da partida. Após uma virada de jogo espetacular de Marcelo, Cristiano Ronaldo entrou livre na párea e chutou forte, mas o goleiro Areola fez um milagre e defendeu praticamente de rosto.

O lance não assustou o PSG e aos 32 minutos, saiu o primeiro gol francês. Após uma jogada que nasceu pelo lado direito com Mbappe, Cavani deixou a bola passar para Neymar, que não conseguiu segurar na dividida e a bola acabou sobrando para Rabiot, na altura da marca do pênalti, fazer o primeiro gol do Paris Saint-Germain.

O Real sentiu o golpe e quase levou o segundo aos 37, quando Cavani recebeu a bola, se livrou da marcação, girou e chutou para o gol. Só não marcou porque a defesa espanhola conseguiu desviar.

Aos 44 minutos, pênalti para o Real Madrid, após Lo Celso puxar Kroos dentro da área. Cristiano Ronaldo tomou posição e não desperdiçou, batendo forte no canto direito de Areola.

Segundo tempo

A etapa final começou em ritmo intenso e logo aos 3 minutos, o PSG perdeu uma boa chance de voltar a liderar o marcador, quando Mbappe chutou cruzado mas o goleiro Keylor Navas fez uma importante defesa.  O Real Madrid tentou acelerar o jogo, mas encontrou o rival francês melhor posicionado em campo, conseguindo com isso anular as ações ofensivas dos donos da casa e ainda armando contra-ataques perigosos, quase sempre saindo dos pés de Daniel Alves.

Aos 22 minutos, os dois técnicos mexeram em seus ataques. No Real, Zidane tirou o inoperante Benzama por Gareth Bale, enquanto no PSG, Unai Emery surpreendeu ao trocar o uruguaio Cavani pelo lateral belga Meunier. Com isso, soltou Daniel Alves para ajudar Neymar e Mbappe na frente.

As alterações acabaram tendo mais efeito para a equipe francesa, que passou a pressionar cada vez mais os espanhóis, fazendo com que a bola não saísse do setor ofensivo. Foi chegando tanto que aos 30 minutos quase chegou ao segundo gol. Após cruzamento de Berchiche, a bola passou pela pequena área e por muito pouco que Daniel Alves não conseguiu tocá-la para as redes.

Quando parecia que a partida caminharia para o empate, eis que a estrela de Cristiano Ronaldo brilhou novamente. Após uma bola que veio de um cruzamento de Asensio, que havia entrado no lugar de Isco, a defesa rebateu e a bola tocou no joelho do craque português, que estava bem colocado e desempatou. O PSG mal havia se recuperado do golpe quando o Real Madrid assegurou a vitória. Em nova jogada individual de Asensio, a bola sobrou livre para Marcelo fazer um golaço.

No final, acabou prevalecendo a estrela de Cristiano Ronaldo, que mesmo sem fazer um jogo brilhante, foi decisivo na vitória do Real. Já Neymar, apagado na etapa final, ainda desperdiçou um gol feito já nos descontos. Terá a chance de dar o troco em Paris e levar o PSG para a próxima fase no jogo de volta.

 

 

Fonte: Veja