Publicidade
Chapa única
Leonardo Bezerra deverá ser aclamado presidente do América nesta quarta-feira
Candidato único, o empresário do ramo farmacêutico ganhou o apoio da atual diretoria americana, chefiada por Eduardo Rocha
Canindé Pereria / América FC
Leonardo faz parte da atual diretoria rubra

Acontece durante toda esta quarta-feira, 2, na sede social do América, as eleições que definirão o nome do novo presidente do clube para o biênio 2020-2021. Em verdade, já se sabe que o empresário do ramo farmacêutico Leonardo Bezerra será o vencedor, já que ele foi o único a inscrever chapa no tempo determinado pelo edital das eleições e, por este motivo, terminará aclamado para a condução do cargo.

Bezerra fechou chapa conjunta com o economista Ricardo Valério, que também havia demonstrado interesse em ser candidato. Entretanto, após conversas, eles decidiram compor o mesmo time e disputar as eleições de maneira consensual, com Valério sendo vice. O prazo para as inscrições das chapas terminou na última sexta-feira, 27. Havia ainda expectativa de o ex-presidente Alex Padang colocar seu nome à disposição, mas ele acabou optando por não entrar na disputa.

Durante o período de inscrições, Leonardo Bezerra aproveitou para “fazer campanha” nas redes sociais e externou algumas de suas propostas para o América. Uma delas é o fortalecimento do trabalho nas categorias de base do clube, buscando “parcerias sólidas” e “discutindo propostas com o Conselho Deliberativo” para alavancar os resultados no âmbito do futebol amador.

Sobre a Arena América, estádio recém-inaugurado com capacidade para receber até 3,5 mil torcedores por jogo, Leonardo disse que vai destinar 6% da renda de cada partida disputada no local para a finalização da segunda etapa das obras do estádio, que contemplarão os camarotes e as cabines de imprensa. A ideia, segundo ele, é mandar na Arena América todas as partidas cuja previsão de público seja inferior a 3 mil torcedores.

Outra proposta externada pelo candidato nas redes sociais foi a realização de um trabalho de interiorização da marca América Futebol Clube. A instalação de consulados em cidades consideradas importantes no interior potiguar é uma das ideias. Dando certo, o clube deve realizar ações de marketing nestes municípios, sempre apostando nas imagens dos jogadores para atrair o interesse das pessoas e, consequentemente, captar novos torcedores.

“Sei que a batalha será árdua, mas se nos for confiada essa missão faremos de tudo para elevar o nome do América”, afirmou Leonardo em uma postagem no Twitter. “Neste momento, sou extremamente conhecedor dos problemas do clube e, sem falsa modéstia, capacitado para corrigi-los”, completou.

Publicidade
Publicidade