terça,
Avaliação
Leandro Campos foca na estreia e fala sobre dificuldades contra o Murici
Para o comandante americano, fazer o 'dever de casa' é primordial, no entanto será uma 'pedreira' enfrentar um clube de futebol em evolução
Canindé Pereira
Técnico do América Leandro Campos

No próximo domingo 21, às 16h, na Arena das Dunas, o América inicia a caminhada no Campeonato Brasileiro contra o Murici-AL e o técnico Leandro Campos comentou sobre o primeiro mês de trabalho à frente do time profissional do clube.

“O trabalho foi duro. Nós sabemos que tivemos algumas dificuldades, principalmente em relação a reformulação do plantel do América. Nós ainda não concluímos essa reformulação, ainda precisamos de atletas, inclusive atletas que chegaram e saíram, então é muito importante que a gente ainda continue nesse trabalho de formatação de equipe, mas domingo (21) já inicia. Nós não podemos, nesse momento, pensar em outras situações que não seja o jogo. Então, o mais importante agora é nós nos concentrarmos com os atletas que nós temos, com o que foi trabalhado neste período para que nós possamos, já, colher os frutos e, naturalmente, buscar o resultado. É muito importante o América, ele já nessa primeira partida, conseguir os três pontos para que nós possamos ir posteriormente para Sergipe um pouco mais tranquilo”, disse.

Para o comandante americano, fazer o “dever de casa” é primordial, no entanto será uma “pedreira” enfrentar um clube de futebol em evolução. “Nós precisamos do resultado (positivo) em casa. Agora, é importante que nós entendamos, também, que vamos pegar uma equipe de um futebol que, na minha concepção hoje, está um pouquinho mais evoluído que o futebol do Rio Grande do Norte. Hoje o futebol alagoano tem três equipes, uma na Série B e duas equipes na Série C, então um futebol que está com uma condição de ranking, de equipes em competições melhores, e duas equipes na Série D. Então é muito importante que nós possamos respeitar o adversário, sabemos que teremos dificuldades. Agora, acreditarmos que nós podemos fazer um bom jogo mesmo com as dificuldades de superar o adversário”, afirmou.