Alterações
Conselho da FNF apresenta mudanças para o Campeonato Potiguar 2019
Presidente da entidade apresentou as sugestões para o regulamento da competição e citou a possibilidade de antecipação do início da competição para o dia 9 de janeiro de 2019
Jocaff Souza
Federação Norte-rio-grandense de Futebol

A Federação Norte-rio-grandense de Futebol realizou, na tarde desta terça-feira, a primeira reunião do Conselho Técnico do Campeonato Potiguar Loterias Caixa 2019. O presidente da entidade, José Vanildo, apresentou as sugestões para o regulamento da competição e citou a possibilidade de antecipação do início da competição para o dia 9 de janeiro de 2019. A citação foi referenda pelo presidente da Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol, Felipe Augusto, que esteve presente no encontro.

Na proposta, o campeonato será dividido em dois turnos – Copa Cidade do Natal e Copa Rio Grande do Norte – com o retorno das finais, em decisão com jogo único, com os dois melhores colocados de cada turno. A alteração no regulamento deve aumentar a presença de público nos jogos, que voltará a participar de jogos finais.

“Essa é uma data interessante. Vai dar uma folga e possibilita algum ajuste no futuro. Além dessa antecipação, que é importante, nós vislumbramos e atendemos um anseio do torcedor, com a organização de finais na Copa Cidade do Natal e na Copa Rio Grande do Norte, dando a possibilidade de uma maior presença de público e também de um retorno financeiro em favor dos clubes”, disse José Vanildo, presidente da FNF.

Sobre o calendário do futebol nacional divulgado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na última semana, José Vanildo foi enfático ao explicar que a antecipação do Campeonato Potiguar não afetará no planejamento dos clubes potiguares, como também não infringirá qualquer decisão jurídica prévia.

“Nós tivemos a cautela de ouvir (Felipe Augusto) o presidente da Fenapaf na questão da garantia do direito do trabalhador. Mas, essa possibilidade de antecipação, que nós vamos ocorrer, não afronta o calendário, até porque a característica do nosso futebol facilita essa opção, por conta da participação de ABC e Globo, a partir da Série C, que será somente ao final do campeonato estadual, sem infringir a lei”, complementou.

Outra questão abordada no conselho técnico da FNF foi a quantidade de jogadores inscritos por cada clube no torneio. Após sugestões, ficou definido que as equipes poderão ter a presença de 30 jogadores profissionais e dez atletas oriundos das categorias de base, valorizando o trabalho das jovens promessas dos clubes potiguares.