Vistoria
Conselho de Educação Física percorre cidades do RN e interdita cinco academias
Ação ocorreu para atender denúncias advindas da sociedade potiguar acerca de irregularidades em estabelecimentos de atividades físicas, como também Profissionais, estudantes e pessoas físicas
Assessoria de Imprensa
Ao todo, cinco academias foram interditadas no RN

No período de 25 e 27 de setembro a equipe do Departamento de Orientação e Fiscalização (DOF) do Conselho Regional de Educação Física da 16° Região (CREF16/RN) percorreu 8 cidades do estado e interditou 5 academias. A ação ocorreu para atender denúncias advindas da sociedade potiguar acerca de irregularidades em estabelecimentos de atividades físicas, como também Profissionais, estudantes e pessoas físicas.

Na cidade de Santa Maria o alvo eram aulas de Treinamento Funcional ministradas em praça pública, porém não foi localizada pelo DOF. Em Riachuelo foi interditada a Academia Agitos por falta de registro e por determinação judicial. Na cidade de Angicos as academias registradas Olímpio e Vip foram interditadas por pendências administrativas. Ainda foi localizada a academia Top Fitness, sem registro e que atendia ao público; e ainda uma pessoa física em atendimento sem formação. Todos os casos foram devidamente notificados e aguardam-se procedimentos.

Um dos casos mais graves foi identificado em Itajá, cidade próxima a Assú, onde quatro academias foram detectadas e todas sem registro ou profissional de Educação Física. Todas foram notificadas e tem quinze dias para regularização. Na cidade de Governador Dix-Sept Rosado a fiscalização detectou a existência de três academias também sem registro. Foi notificado, também, uma pessoa física exercendo ilegalmente a profissão e fiscalizado um Profissional de Educação Física.

Das quatro academias existentes na cidade de Baraúna, duas foram interditadas, sendo uma delas registrada mais com documentação irregular por mais de um ano. Uma outra encontrava-se fechada e a quarta foi autuada por falta de Profissional durante o funcionamento. A fiscalização esteve em Grossos e identificou duas academias sem registro e uma outra registrada irregular. Todos foram orientados com objetivos diferentes. Já na cidade de Tibau a única academia existente e que é registrada estava fechada.

Mossoró

A cidade de Mossoró foi o grande palco da ação devida a inúmeras denúncias. A equipe do DOF constatou uma academia sem registro no bairro Nova Mossoró; duas pessoas físicas sem registro atuando e declarando que são estudantes de Educação Física, contudo sem comprovação; 4 Academias registadas irregulares; 05 academias registradas regulares; duas fechadas na visita e ainda 12 Profissionais de Educação Física fiscalizados. O Departamento também esteve em uma audiência na 10ª vara da Justiça Federal.