Publicidade
Velocidade
Bottas faz a pole na Espanha e Mercedes conquista a 5ª dobradinha seguida na F-1
Piloto finlandês anotou tempo de 1min15s406, apenas 0s634 à frente de Lewis Hamilton, companheiro de equipe
Pierre-Philippe Marcou / AFP
Bottas supera Hamilton e garante pole no GP da Espanha

Em grande fase, Valtteri Bottas começou bem as sessões para o GP da Espanha ao liderar duas atividades e terminou melhor ainda. O piloto finlandês foi soberano no treino de classificação neste sábado ao marcar 1min15s406 e chegar 0s634 à frente do companheiro de equipe Lewis Hamilton, o segundo colocado, para conquistar a pole e ajudar a Mercedes a alcançar a quinta dobradinha seguida nesta temporada da Fórmula 1.

Ao ostentar o melhor tempo no circuito de Montmeló, em Barcelona, Bottas vai largar em primeiro do grid pela terceira vez em cinco provas disputadas neste ano. Líder do Mundial de Pilotos e vencedor da última corrida nas ruas de Baku, no Azerbaijão, o finlandês chegou à sua nona pole na carreira e confirmou o ótimo momento que vive em 2019. “Comecei bem a temporada e eu me sinto melhor e melhor no carro”, disse Bottas, após o treino.

A Mercedes, que foi a primeira equipe na história da Fórmula 1, iniciada em 1950, a ter dois pilotos nas duas primeira colocações em quatro corridas seguidas, pode ampliar esse feito com outra dobradinha no treino classificatório na Espanha. A escuderia alemã lidera com folga o Mundial de Construtores e domina o campeonato.

O terceiro no grid é o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari. O piloto tetracampeão fez um bom treino e ficou muito perto de roubar o segundo lugar de Hamilton. A Ferrari, no entanto, não conseguiu ficar no quarto posto, em que largará Max Verstappen, da Red Bull. O holandês superou o jovem monegasco Charles Leclerc, que fez o quinto melhor tempo e ficou logo à frente de outro carro da Red Bull, o do francês Pierre Gasly, o sexto.

A Haas, que já havia tido bom desempenho nos treinos livres, colocou o francês Romain Grosjean na sétima posição e o dinamarquês Kevin Magnussen em oitavo. O russo Daniil Kvyat, da Toro Rosso e o australiano Daniel Ricciardo, da Renault, fecham os dez primeiros.

Apesar de a previsão do tempo indicar possibilidade de chuva para o horário da classificação, não houve sequer formação de nuvens escuras próximas ao circuito espanhol e os pilotos correram em pista seca.

No Q1, que teve Nico Hulkenberg batendo na barreira de proteção logo no início, Bottas dominou e fez a melhor volta. No Q2, o finlandês só não foi melhor que seu companheiro Hamilton, mas no Q3 ele voltou a dominar e cravou o recorde da pista para cravar a sua terceira pole no ano.

Confira o grid de largada do GP da Espanha:

1.º – Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) – 1min15s406

2.º – Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – 1min16s040

3.º – Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) – 1min16s272

4.º – Max Verstappen (HOL/Red Bull) – 1min16s357

5.º – Charles Leclerc (MON/Ferrari) – 1min16s588

6.º – Pierre Gasly (FRA/Red Bull) – 1min16s708

7.º – Romain Grosjean (FRA/Haas) – 1min16s911

8.º – Kevin Magnussen (DIN/Haas) – 1min16s922

9.º – Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) – 1min17s573

10.º – Daniel Ricciardo (AUS/Renault)- 1min18s106

11.º – Lando Norris (ING/McLaren) – 1min17s338

12.º – Alexander Albon (TAI/Toro Rosso) – 1min17s445

13.º – Carlos Sainz (ESP/McLaren) – 1min17s599

14.º – Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo) – 1min17s788

15.º – Sergio Pérez (MEX/Racing Point) – 1min17s886

16.º – Nico Hülkenberg (ALE/Renault) – 1min18s404

17.º – Lance Stroll (CAN/Racing Point) – 1min18s471

18.º – Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo) – 1min18s664

19.º – George Russell (ING/Williams) – 1min19s072

20.º – Robert Kubica (POL/Williams) – 1min20s254.

Publicidade
Publicidade